É oficio do bom Pai educar os seus filhos para os céus e para o mundo

Alguns me perguntam se desejo que meus filhos tenham uma profissão em específico. Digo-lhes que não. O que quero e desejo com toda a minha força é a santidade de meus futuros pequeninos.

O ofício deles é completamente secundário para mim, meu dever é educa-los para os céus — em primeira instância e em segundo para o mundo, mas neste caso não me cabe escolher por eles — o ofício que cada um há de seguir. Pois não posso ter controle sobre isso.

Eu enquanto pai irei ensinar todas as áreas que possuo domínio, ensinarei as ciências humanas, exatas e biológicas; da mais simples arte — até a mais alta ciência. Naturalmente eles terão uma vocação profissional predisposta em si, e são eles que hão de descobrir qual ofício seguir, embora eu os ensine, a terem um ofício.

O bom pai prepara seus filhos para caminharem na reta justa de Deus, e também os prepara para suportar as tribulações que podem os atingir pelo caminho, neste caso é a educação do mundo propriamente dita e esta também possui grande importância. Minha vida será toda para a minha Esposa e Filhos.

Ademais. Não te esqueça mulher que você como Mãe, é a educadora primária por excelência, para que o teu Marido faça um excelente trabalho com teus filhos, é necessário que antes — eles tenham tido uma boa instrução materna, em seguida, quando a hora chegar, caberá ao pai assumir o papel do desenvolvimento dos valores maiores e das habilidades dos filhos.

Ademais. Lembro que não estou dizendo em hipótese alguma, que isso significa que a educação será dividida em longos períodos, onde só será o Pai que cuida ou a Mãe, pelo contrário, digo que é necessária a união do Pai e da Mãe — trabalho conjunto e ordenado, cada um fazendo o que é seu dever por excelência.

O Pai e a Mãe sábios, são aqueles que hão de criar filhos fortes, educados e que hão de caminhar para Deus, pois compreendem como é o agir próprio, como educar, como trabalhar juntos, pois conhecem um ao outro e conhecendo um ao outro, não haverá falhas de comunicação e desordem de relação.

O “segredo” da boa educação elementar é o Homem saber ser um Pai, e a Mulher ser uma Mãe, ambos se completam. A diferença do ser Homem e do ser Mulher que está no agir, é que faz bons filhos.

Não cabe ao Pai ser Mãe ou tampouco a Mãe ser um Pai, isso é contrário a realidade e causa danos sérios, hoje em muitos lares, é a mãe que está tendo o papel de “Pai e Mãe” enquanto o pai é completamente passivo no que acontece em seu lar ou vice versa.

Eis o motivo de um filho que é criado por uma mãe solteira ou um pai solteiro, ter um potencial grande de ter sequelas psicológicas e de caráter, em decorrência da falta dessa união que é necessária ao desenvolvimento de uma criança.

Finalizo Feliz é o filho que cresce num lar onde Pai e Mãe se amam, estes poderão dizer com grande alegria: “Papai e Mamãe!”.

Deus lhe abençoe! Glória a Deus! Salve Maria Santíssima! São José, rogai por nós!

Texto: Vinicius Martinez

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here