“Muita maldade das pessoas, tentarem me jogar contra os católicos” diz Michelle Bolsonaro

Jair Bolsonaro, Presidente eleito, se disse surpreso com notícia sobre a retirada de imagens católicas do Palácio da Alvorada por ordem de sua esposa Michelle Bolsonaro. 

A matéria assinada pelos repórteres Mariana Carneiro e Gustavo Uribe foi publicada na Folha de São Paulo desta segunda-feira, dia 17/12, e se espalhou como rastilho de pólvora na internet gerando atritos entre católicos e evangélicos.

Para o capitão, é mais uma tentativa de gerar desgaste. “Ela evangélica e eu católico, ambos temos objetos que lembram nossa fé em nossa casa! Não por acaso, criam narrativas para nos desgastar a todo custo!”. Nos histories, Bolsonaro acrescentou ao print do tweet a palavra “canalhas” para classificar a reportagem e seus autores.

Fui surpreendido com a notícia que minha esposa retiraria imagens católicas da futura residência oficial devido sua religião. Ela evangélica e eu católico, ambos temos objetos que lembram nossa fé em nossa casa! Não por acaso, criam narrativas para nos desgastar a todo custo!

O perfil Carteiro Reaça conversou com Michelle e esta explicou os fatos. Segundo a futura primeira-dama foi um funcionário petista quem deu a entrevista para a Folha. Ainda explicou que a imagem de Santa Bárbara foi pedida pelo General Mourão para o Palácio do Jaburu, sua futura residência, haja vista a santa ser a padroeira de suas armas. “Muita maldade das pessoas, tentarem me jogar contra os católicos“, finaliza Michelle.

A reportagem é toda redigida no tempo verbal do futuro do presente quando se refere a Michele, uma demonstração de que não houve uma prova concreta da denúncia exposta no texto. Ainda na mesma reportagem o Planalto informou que não há pedido de transferência de local das imagens. Mesmo com tais inconsistências para uma denúncia, a Folha de São Paulo decidiu publicar o texto.

via O Ancoradouro

Deixe uma resposta