Padre Gabriele Amorth

A Santa Sé oficialmente já disse várias vezes que o Terceiro Segredo de Fátima já foi revelado por completo. Mas como isto não se trata de um dogma muitos católicos não crêem nisto e apostam que certas partes deste segredo ainda não foram reveladas. Agora vem uma informação que parece favorecer esta tese. Um escritor acaba de publicar um livro escrito por José María Zavala, intitulado O segredo mais bem guardado de Fátima ( El Sécreto Mejor Guardado de Fátima ) no qual é revelada uma entrevista com o maior exorcista de todos os tempos, o Padre Gabriele Amorth. Nesta entrevista, que o Padre Amorth teria pedido para só ser revelada após sua morte, o exorcista começa por defender que a Consagração feita em 1984 pelo Papa João Paulo II não correspondeu ao que Nossa Senhora de Fátima pediu, pois o Pontífice não mencionou o nome da Rússia com medo de desagradar os ortodoxos.

Ele [um pedaço do enigma de Fátima] veio na forma de uma entrevista com o muito famoso (e agora falecido) exorcista romano, Pe. Gabriel Amorth, também realizado por José María Zavala. Pe. Amorth conheceu pessoalmente Santo Padre Pio por 26 anos, e é a partir desta figura imponente da santidade católica do século 20 que afirma ter aprendido o conteúdo do Terceiro Segredo de Fátima.

Pe. Amorth foi entrevistado por Zavala em 2011, que manteve a entrevista em segredo até depois da morte do exorcista, publicando-a pela primeira vez em seu livro sobre Fátima. Na entrevista, o Pe. Amorth relata – como fez em outros lugares – que ele não acredita que a consagração do mundo pelo Papa João Paulo II em 1984 foi suficiente para satisfazer os requisitos estabelecidos por Nossa Senhora.

“Não havia tal consagração então”, ele [Padre Amorth] diz. “Eu testemunhei o ato. Eu estava na Praça de São Pedro na tarde de domingo, muito perto do Papa; Tão perto, eu quase podia tocá-lo. “

Pressionado por Zavala sobre por que ele tão fortemente acredita que a consagração não foi feito, Pe. Amorth respondeu: “Muito simples: João Paulo II queria mencionar a Rússia expressamente, mas no fim não o fez”.

Zavala pressionou a questão com o Pe. Amorth, dizendo que a própria Irmã Lúcia (como mencionado acima) tinha dito que o Céu tinha aceitado a consagração. Ele descreve uma reação incrédula de Pe. Amorth. “Lucia disse que …?” Ele perguntou. Zavala continua:

“Bem, o cardeal Tarcisio Bertone disse que, no ano 2000, escondendo- se atrás de uma carta de Lucia datada de novembro de 1989, em que afirmou que o Céu tinha admitido a consagração apesar de uma das condições mais importantes.

“Você viu essa carta?” Ele pergunta, como se estivesse conduzindo um interrogatório policial em busca de provas.

“Nunca”, eu digo sem rodeios.

“Eu não acho que você vai vê-lo, porque eu estou convencido de que Lucia não escreveu.”

– Como você tem tanta certeza disso?

“Por que Bertone não o mostrou quando devia ter, quando anunciou o Terceiro Segredo de Fátima? Uma simples fotocópia do manuscrito, incluída no dossiê oficial do Vaticano, teria sido suficiente para dissipar qualquer dúvida. Se o Vaticano sempre foi escrupuloso em fornecer a prova documental que autenticou a informação de Lucia sobre assuntos menores, que razão eles teriam que economizar nas únicas provas documentais que, de acordo com Bertone, validado um fato que sem dúvida era de tanto Importância como a consagração realizada por João Paulo II?

“Sim, é estranho”, eu admito.

“Você realmente acha que Lúcia levou cinco anos para escrever que a consagração foi verdadeiramente aceita? E que Bertone esperou pelo menos dezesseis anos para anunciar a validade de algo tão crucial como a consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria? “ A voz do Padre Amorth soa como folhas secas.

“É tudo muito estranho, na verdade.” Eu [Zavala] aceno de novo.

“Além disso”, acrescenta, “se a consagração do mundo ao Imaculado Coração de Maria, feita por Pio XII em 1942, foi apenas parcialmente aceita [porque ele não mencionou especificamente a Rússia – ed], pois Jesus disse que, em vista disso A guerra só seria encurtada em vez de terminar imediatamente, por que Ele agora mudaria de idéia com João Paulo II, se a Rússia não fosse mencionada nessa ocasião? ”

– Seria uma incongruência, sim.

“Tal vez.”

“Assim…?”

“Não tenho dúvida de que a consagração não ocorreu nos termos exigidos pela Virgem. Mas não devemos perder de vista o que ela mesma queria nos dizer através de Lúcia: “No fim, o Meu Coração Imaculado triunfará. O Santo Padre consagrará a Rússia a mim e se tornará [vir a ser], [assim] concedendo ao mundo um tempo de paz “…”

A entrevista divaga aqui a partir do tema de Fátima, mas Zavala volta a ele mais tarde:

Perdoe-me por ter insistido no Terceiro Segredo de Fátima: Padre Pio o relacionou, então, à perda da fé dentro da Igreja ?”

Fr. Gabriele sulca a testa e sobresale o queixo. Ele parece muito afetado.

“Certamente”, afirma, “Um dia padre Pio disse-me muito triste:” Sabe, Gabriele? É Satanás que foi introduzido no seio da Igreja e dentro de um tempo muito curto virá a governar uma Igreja falsa .

“Meu Deus! Algum tipo de Anticristo! Quando ele profetizou isso para você? “Eu [Zavala] pergunto.

“Deve ter sido por volta de 1960, já que eu era sacerdote na época.”

“Foi por isso que João XXIII teve tanto pânico sobre a publicação do Terceiro Segredo de Fátima, para que o povo não pensasse que ele era o antipapa ou o que quer que fosse …?”

Um sorriso ligeiro mas sabedor ondula os lábios do padre Amorth.

O padre Pio disse mais alguma coisa sobre futuras catástrofes: terremotos, inundações, guerras, epidemias, fome …? Ele aludiu às mesmas pragas profetizadas nas Sagradas Escrituras? “[Pergunta a Zavala]

Nada do gênero lhe importava, por mais aterrorizantes que fossem, exceto pela grande apostasia dentro da Igreja. Esta foi a questão que o atormentou e pela qual ele orou e ofereceu uma grande parte de seu sofrimento, crucificado por amor “.  Disse Pe. Amorth.

O Terceiro Segredo de Fátima ?”

Exatamente.

“Existe alguma maneira de evitar algo tão terrível, Pe. Gabriele?

Há esperança, mas é inútil se não é acompanhada por obras. Comecemos por consagrar a Rússia ao Coração Imaculado de Maria, recitamos o Santo Rosário, façamos todos oração e penitência … “

 

Fonte: SITE

1 COMENTÁRIO

  1. É muito urgente rezar o Rosário todos os dias, pois foi um grande pedido de Maria!
    Caminhemos na confiança, na esperança, rezando o Rosário, entregando nas mãos de Maria o mundo em que vivemos. Agir é preciso urgente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here