Padre proíbe a venda de bebida alcoólica em festa do padroeiro e revolta fiéis

Padre proíbe a venda de bebida alcoólica em festa do padroeiro e revolta fiéis

2 de outubro de 2017 18 Por Católica Conect
O Padre da Paróquia de São Pedro Nolasco, no Biarro Cariri, em Campo Maior (82 km ao norte de Teresina) Alcindo Saraiva, que é natural da cidade de São Miguel do Tapuio, decidiu tomar uma medida que tem dividido opiniões entre os fieis. O religioso resolveu proibir a comercialização de bebidas alcoólicas durante o festejo de santo padroeiro, que inicia nesta terça-feira
Ele argumenta que a decisão de tirar a bebida foi porque como padre tem escutado muitas confissões de fieis ligados a pessoas que foram vitimadas pela drogadição. “Não posso ser conivente com isso. Alguns vieram argumentar que não irá ficar ninguém no leilão porque não tem a bebida na mesa. Eu quero que o povo venha rezar, venha para a igreja todos os dias as 19h30 celebrar as novenas e em seguida o leilão que terá refrigerante, cajuína e água”, explicou.
Alcindo disse que não tem conhecimento de nenhuma outra paróquia que tenha tomado uma decisão parecida. “Na minha jurisdição eu farei dessa maneira. Eu penso assim porque os próprios bispos nos ensinam no documento 100 da CNBB, no termo chamado caridade, que seja retirado a venda e consumo de álcool nos espaços de quermesse e festas dos padroeiros das paroquias, porque entra em contradição com a luta contra a drogadição”, justificou.
O padre disse que não critica quem pensa diferente e que consegue conviver com as diferenças. “Não sou obrigado a concordar com quem pensa diferente, mas devo respeitar”, disse Alcindo, que recebeu a visita do Prefeito Paulo Martins para um café da manhã nesta terça-feira (03) onde, na companhia do vereador Professor Ribinha, Secretário de Cultura Ulisses Raulino, do ex-secretário Rademarques, do líder comunitário e presidente da Liga Amadora de Futebol, Lucídio, pediu a colaboração da igreja no combate ao suicídio, às endemias, na preservação do meio ambiente e conscientização do trânsito.
A festa religiosa inicia com uma procissão às 17h saindo da catedral de Santo Antônio até a Paroquia que fica no Bairro Cariri. No dia 12 de maio a paroquia vai receber a imagem de Nossa Senhora Aparecida que está em peregrinação pela Diocese de Campo Maior. “Todos estão convidados para ir de branco com velas”, pontuou o Padre Alcindo que é natural de São Miguel do Tapuio, mas estudou por um bom tempo em Campo Maior. Ele tem apenas 26 anos de idade e chegou na Paróquia de São Pedro Nolasco há 04 meses vindo de José de Freitas.


Fonte: Portal Campomaioremfoco