17.4 C
São Paulo
segunda-feira, outubro 25, 2021

CNBB e CRB inauguram núcleo que auxiliará Igreja no Brasil no combate à violência sexual contra crianças, adolescentes e vulneráveis

Parceiros-Lux-Mundi-ozl15cz9hg9rd2qoofbxb8vlz555cntrh1l5pird6g

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) inauguraram nesta terça-feira, dia 8 de dezembro, o Núcleo Lux Mundi. O escritório vai auxiliar na organização dos trabalhos de instalação das comissões diocesanas de proteção de crianças, adolescentes e pessoas vulneráveis nas estruturas pastorais da Igreja Católica do Brasil, dioceses e congregações religiosas, de acordo com o pedido do Papa Francisco na sua Carta Apostólica em forma de Motu Proprio “Vos Estis Lux Mundi” (Vós sois a luz do mundo).

Ao abençoar o espaço, o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, disse desejar que a iniciativa brilhe, como o candeeiro, e que sua luz, pela união dos esforços, ganhe força no combate à toda forma de violência contra crianças, adolescentes e vulneráveis. “A luz pela solidariedade ganhará força”, acentuou.

Dom Joel fez referência ao quadro na parede do escritório com imagem de Nossa Senhora cuidando do menino Jesus. Segundo o bispo, a imagem remete à Igreja e às iniciativas e passos firmes e concretos de cuidado e proteção de crianças que a instituição vem adotando.

A bênção do local, situado no Edifício Victoria Office Tower, no Setor de Autarquias Sul, em Brasília (DF), contou com a presença de representantes do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), Anec (Associação Nacional de Escolas Católicas), CPJB (Comissão Brasileira de Justiça e Paz) e membros da CNBB e CRB e da médica pediatra que coordenará o trabalho do Núcleo.

Prevenção, proteção e orientação

A presidente da CRB, irmã Maria Inês Ribeiro, destacou o empenho da entidade que há mais de 12 anos atua na causa do enfrentamento da violência contra crianças, adolescentes e vulneráveis no âmbito religioso à luz do magistério da Igreja. Segundo ela, o Núcleo Lux Mundi tem a missão de trabalhar em três frentes: prevenção, proteção e orientação à dioceses, congregações e organismos religiosos na implementação do Motu Proprio “Vos Estis Lux Mundi”.

A religiosa lembrou que a criação do núcleo contou com o trabalho da irmã Maria Luiza da Silva, membro da CRB, religiosa que acompanha a pauta da criança e do adolescente, e do frei Evaldo frei Evaldo Xavier Gomes, consultor canônico e membro da Comissão Especial de Proteção da Criança e do Adolescente da CNBB.

A médica pediatra que coordenará o trabalho do núcleo, Eliane de Carli, disse considerar significativo que o lançamento do espaço tenha sido feito no mesmo dia em que a Igreja celebra a solenidade de Nossa Senhora Imaculada Conceição.

Ela reforçou que o Núcleo Lux Mundi, cujo nome foi sugestão do arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, atuará colaborando com a Igreja no Brasil na internalização das medidas protetivas propostas pelo Motu Proprio. O Núcleo, segundo ela, promoverá atividades de formação e capacitação e também sistematizará as práticas que surgirem nas dioceses.

Uma celebração na sede da CNBB encerrou a solenidade de inauguração do Núcleo Lux Mundi e marcou a solenidade de Nossa Senhora Imaculada Conceição. Na tarde da terça-feira, 8 de dezembro, a equipe de coordenação do projeto reuniu-se com o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, a presidente da CRB, irmã Maria Inês Ribeiro e irmã Maria Luiza da Silva para traçar os primeiros passos e definir como será feito o planejamento do trabalho.

Via CNBB

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias