30 C
São Paulo
quarta-feira, janeiro 27, 2021

28ª Semana do Tempo Comum – Terça-feira

Primeira Leitura: Gálatas 5,1-6

Leitura da carta de São Paulo aos Gálatas – Irmãos, é para a liberdade que Cristo nos libertou. Ficai, pois, firmes e não vos deixeis amarrar de novo ao jugo da escravidão. Eis que eu, Paulo, vos digo que Cristo não será de nenhum proveito para vós se vos deixardes circuncidar. Mais uma vez, atesto a todo homem circuncidado que ele está obrigado a observar toda a Lei. Vós que procurais a vossa justificação na Lei rompestes com Cristo, decaístes da graça. Quanto a nós, que nos deixamos conduzir pelo Espírito, é da fé que aguardamos a justificação, objeto de nossa esperança. Com efeito, em Jesus Cristo, o que vale é a fé agindo pela caridade; observar ou não a circuncisão não tem valor algum. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 118(119)

Senhor, que desça sobre mim a vossa graça!

1. Senhor, que desça sobre mim a vossa graça / e a vossa salvação que prometestes! – R.

2. Não retireis vossa verdade de meus lábios, / pois eu confio em vossos justos julgamentos! – R.

3. Cumprirei constantemente a vossa lei; / para sempre, eternamente a cumprirei! – R.

4. É amplo e agradável meu caminho, / porque busco e pesquiso as vossas ordens. – R.

5. Muito me alegro com os vossos mandamentos, / que eu amo, amo tanto, mais que tudo! – R.

6. Elevarei as minhas mãos para louvar-vos / e com prazer meditarei vossa vontade. – R.

Evangelho: Lucas 11,37-41

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo, enquanto Jesus falava, um fariseu convidou-o para jantar com ele. Jesus entrou e pôs-se à mesa. O fariseu ficou admirado ao ver que Jesus não tivesse lavado as mãos antes da refeição. O Senhor disse ao fariseu: “Vós, fariseus, limpais o copo e o prato por fora, mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades. Insensatos! Aquele que fez o exterior não fez também o interior? Antes, dai esmola do que vós possuís, e tudo ficará puro para vós”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Fazer refeição em casa de um fariseu pode acarretar a Jesus algum desconforto. Com efeito, neste episódio, o fariseu critica Jesus por sentar-se à mesa sem antes ter-se lavado. Os fariseus davam muita importância a certas ações exteriores, como se fossem obras agradáveis a Deus. Não executá-las seria transgredir a Lei. Jesus aponta para o essencial: a pureza de coração, a reta intenção, o amor ao próximo. Não basta a boa intenção, é necessário traduzi-la em gestos concretos. Por isso, Jesus lança aos fariseus um intrigante desafio: “Deem como esmola o que vocês têm, e tudo ficará puro para vocês”. Dar esmola, símbolo da prática da caridade fraterna, é mais significativo e valioso do que a simples limpeza das mãos e dos utensílios domésticos.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − 2 =

- Advertisement -

Ultimas Notícias