29.7 C
São Paulo
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Aplicativo gratuito oferecerá sete mil horas de Canto Gregoriano


O projeto foi iniciado no ano de 2019 na capela da Abadia beneditina de Notre-Dame de Fidélité de Jouques, localizada em Aix-en Provence, França, e tem previsão para ser concluído em 2022.

França – Provença (14/12/2020 15:30, Gaudium Press) A música sempre foi utilizada como uma forma de lazer, após um dia cansativo de trabalho ou estudo, e muitas vezes como uma forma de relaxar ou até mesmo de se relacionar com Deus.

Como dizia Santo Agostinho, “quem canta, reza duas vezes”. Essa afirmação tem ainda mais força quando tratamos de um cântico que há 1200 anos é entoado em diversos conventos, mosteiros, capelas e catedrais pelo mundo.

Sete mil horas de Gregoriano

Na intenção de oferecer ao público leigo e religioso a oportunidade de ter acesso ao arquivo de gregoriano mais completo, existente até os nossos dias, o músico norte-americano, John Anderson, resolveu reunir em um único local sete mil de horas desse tradicional cântico.

Para alcançar seu objetivo, o músico instalou oito microfones na capela da Abadia beneditina de Notre-Dame de Fidélité de Jouques, localizada em Aix-en Provence, França. Ali vivem 45 religiosas que, diariamente, entoam cânticos religiosos.

Desde o ano de 2019, quando se iniciou o projeto, as religiosas são as responsáveis por iniciar a gravação e pará-la quando as orações são encerradas. O material gravado é salvo em uma nuvem. Ali, Anderson e seus auxiliares o coletam sem interferir na vida das religiosas.

Antes de iniciar o projeto, o músico passou alguns dias visitando a capela para tentar compreender um pouco da vida das religiosas. Anderson as acompanhava desde às 5 da manhã, com a oração das matinas, até a noite, com a oração das completas.

Projeto será concluído em 2022

O ambicioso projeto de Anderson, previsto para ser concluído em 2022, será disponibilizado gratuitamente para todos os que desejarem ouvir este tradicional cântico religioso católico. Através deste projeto, o músico e as religiosas pretendem também arrecadar fundos para o convento Notre-Dame de l’Écoute em Benín, África.

Uma parte do material gravado já está disponível no website ‘Neumz’, assim como as partituras, os textos em latim dos cânticos e sua tradução para vários idiomas. Além disso, também já foi lançado um aplicativo para smartphones com o mesmo nome. Através deste App, é possível ter acesso à diversos materiais.

Quando as religiosas cantam em Gregoriano, o fazem por nós

Esta comunidade contemplativa já é conhecida por Anderson, pois sua tia é religiosa ali. Ele sempre sentiu uma profunda fascinação pelo dia a dia aparentemente simples destas monjas. Um dia, após escutar as religiosas cantando na capela, percebeu o motivo pelo qual o Canto Gregoriano é considerado um patrimônio de toda a Humanidade.

Depois dessa experiência pessoal, o músico iniciou seu esforço em fazer com que este tradicional cântico religioso transpassasse os muros da clausura e pudesse ser acessível a todos apenas com um click.

Para Anderson, o Canto Gregoriano entoado pelas religiosas beneditinas simboliza a importância das comunidades monásticas de clausura porque, nas palavras do músico, “dedicam sua vida de oração por todos, pela salvação da Humanidade, porque quando cantam em Gregoriano, o fazem por nós”. (EPC)

The post Aplicativo gratuito oferecerá sete mil horas de Canto Gregoriano appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito − 7 =

- Advertisement -

Ultimas Notícias

mersin escort - casinomeritroyal.com - Goldenbahis -
Dumanbet