5.7 C
São Paulo
sexta-feira, julho 30, 2021

Como o Padre Pio tratava a questão do aborto? O que ele pensava do aborto?

O dia em que as pessoas perderem o horror pelo aborto será o dia mais terrível para a humanidade. O aborto não é apenas um homicídio, é também um suicídio.

O dia em que as pessoas perderem o horror pelo aborto será o dia mais terrível para a humanidade. O aborto não é apenas um homicídio, é também um suicídio.

Redação (25/09/2020, 16:45, Gaudium Press) Ainda temos bem junto de nós as recentes comemorações referentes ao Santo Padre Pio. O aroma de agradável odor a Deus emanado de sua vida sofrida e santificada ainda nos envolve.

Porém, nunca é demais recordar ou vir a saber coisas novas sobre ele. Seus muitos ensinamentos, muitos exemplos e muita sabedoria deixados como um legado para todos nós, merecem ser recordados, revividos.

Aborto: tema atual, tratado muitas vezes sem os contornos morais e religiosos que lhe são indispensáveis

Muito atual em nossos dias é o tema do aborto. Lamentavelmente, nem sempre ele é colocado no contexto que lhe é devido, ou seja, trata-se pouco do tema do aborto como sendo ele uma temática de contornos morais e religiosos, muito embora ele seja também um tema social e cultural, sem dúvida.

Como o Padre Pio tratava a questão do aborto? O que ele pensava do aborto?

Em certa ocasião numa conversa que teve com um amigo sacerdote, o santo dos estigmas mostrou que considerava essa prática não apenas o assassinato de um ser humano inocente, mas “um verdadeiro suicídio” para a humanidade.

Sem dúvida, uma história que ficou famosa, muito embora tenha surgido em meio a uma conversa (despretensiosa?) entre dois sacerdotes filhos de São Francisco
A conversa aconteceu entre Padre Pio e Frei Pellegrino Funicelli, que a descreveu em seu livro “Jack of All Trades of Padre Pio”, publicado em de 1991.

O dia em que as pessoas perderem o horror pelo aborto será o dia mais terrível para a humanidade. O aborto não é apenas um homicídio, é também um suicídio.

Padre Pio nega absolvição a uma mulher que praticou voluntariamente um aborto

É verdade, Padre Pio às vezes se recusava a dar a absolvição a um penitente se ele mostrasse uma contrição insuficiente. Estes penitentes, com frequência voltavam e só recebiam a absolvição se dava mostras de um arrependimento sincero.
Na conversa que tiveram, o Pe. Funicelli perguntou ao santo:
–“Hoje o senhor negou a absolvição a uma mulher porque tinha se submetido voluntariamente a um aborto. Por que foi tão rigoroso com esta pobre infeliz? “

Padre Pio respondeu:
–“O dia em que as pessoas perderem o horror pelo aborto será o dia mais terrível para a humanidade.
O aborto não é apenas um homicídio, é também um suicídio.
Não deveríamos ter a coragem de manifestar nossa fé diante daqueles que cometem dois crimes em um só ato? ”.

O senhor disse “Suicídio?”, perguntou o Pe. Pellegrino. E o Padre Pio respondeu aafirmativamente:

–“O suicídio da raça humana será compreendido por aqueles que verão a terra povoada por idosos e despovoada de crianças: Queimados como um deserto”, respondeu Padre Pio. ” (JSG)

The post Como o Padre Pio tratava a questão do aborto? O que ele pensava do aborto? appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias