Exceção para aqueles que forem participar de celebrações litúrgicas.

Redação (20/09/2021 12:08, Gaudium Press) O Vaticano exigirá de todos os visitantes e funcionários o Green Pass (passaporte de vacina), provando que foram vacinados, se recuperaram do coronavírus ou tiveram recente resultado negativo para Covid, para ingressar na cidade-estado, a partir de 1º de outubro.

Turistas e outros visitantes, funcionários e oficiais deverão mostrar um certificado Covid digital ou em papel, emitido pelo Vaticano ou outro país, de acordo com uma portaria publicada em 20 de setembro.

Papa Francisco pediu “que tomem todas as medidas cabíveis para prevenir, controlar e combater a atual emergência de saúde pública na Cidade do Vaticano”.

Sob o novo decreto, os católicos que participarem das celebrações litúrgicas no Vaticano não precisarão do Green Pass “pelo tempo estritamente necessário para a realização delas”, seguindo as regras de distanciamento e o uso de máscaras.

Este decreto foi assinado em 18 de setembro, um dia depois que o governo da Itália tornou obrigatória a vacinação para os setores público e privado.

Os policiais da cidade-estado serão responsáveis por verificar os passaportes de vacinas nas entradas do território do Vaticano.

Com informações CNA.

The post Entrar no Vaticano só com o passaporte de vacina appeared first on Gaudium Press.