12.4 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022

Festa de Sant’Ana é reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Rio Grande do Norte

Os primeiros registros da Festa de Sant’Ana em Caicó são do ano de 1748.

Foto: Divulgação/Paróquia de Santana do Matos.

Rio Grande do Norte – Caicó (21/07/2022 16:56, Gaudium Press) As festividades de Sant’Ana em Caicó, Currais Novos e Santana do Matos, foram recentemente reconhecidas pelo Governo do Estado como Patrimônio Cultural Imaterial do Rio Grande do Norte.

Com o tema “é tempo de reencontro”, a 214ª edição da Festa de Sant’Ana foi iniciada no último sábado, 16, contando com a presença de milhares de devotos que participaram da procissão de abertura das festividades, que após dois anos voltou a ocorrer de forma presencial.

Foto: Divulgação/Paróquia de Santana do Matos.

Patrimônio cultural imaterial

A lei que reconhece a Festa de Sant’Ana como patrimônio cultural imaterial é de autoria do deputado Ubaldo Fernandes. Após ter sido aprovada no plenário da Assembleia Legislativa, a lei foi sancionada pela governadora Fátima Bezerra e oficializada com a publicação no Diário Oficial do Estado no dia 12 de julho.

Os primeiros registros da Festa de Sant’Ana em Caicó são do ano de 1748. Desde o ano de 2010 estas celebrações religiosas em honra a santa padroeira da região são consideradas como patrimônio cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Foto: Wikipedia.

Festa de Sant’Ana do Caicó

São mais de 260 anos de festividades, que estão enraizadas no cotidiano das comunidades do Caicó e reúnem diversos rituais religiosos e manifestações culturais. A Festa de Sant’Ana acontece anualmente entre a quinta-feira anterior ao dia 26 de julho, dia de Sant’Ana, até o domingo seguinte. (EPC)

The post Festa de Sant’Ana é reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Rio Grande do Norte appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias