Todos nós, sejamos católicos ou não, teremos de passar pela paixão e pela cruz. Mais dia, menos dia, Deus nos enviará, segundo a medida que lhe aprouver, os sofrimentos que nos forem necessários. O que nos diferencia, pois, não é tanto a dose do sofrimento, mas o ânimo com que o suportamos: para os incrédulos, ele é causa de confusão e de maiores pecados; para os cristãos, ele é uma glória muito aguardada, pois nele podemos unir aos de Cristo os nossos padecimentos e, por Ele, alcançar o prêmio da imortalidade. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta quinta-feira, dia 25 de julho, e, recorrendo ao patrocínio de São Tiago Maior, peçamos a graça de abraçarmos com Cristo a cruz de cada dia e, renunciando a nós mesmos, aprendermos a viver na terra só para o Deus a quem queremos contemplar no céu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here