20 C
São Paulo
sexta-feira, abril 15, 2022

Iniciada nova fase da restauração do órgão de Notre-Dame de Paris

 A restauração do órgão maior da catedral de Notre-Dame de Paris avança mais uma fase com o trabalho de descontaminação dos tubos

Os grandes órgãos de Notre Dame de Paris, que fizeram tremer as pedras da catedral gótica, serão restaurados, depois de serem danificados pelo incêndio de 2019.

Redação (28/03/2022 14:15, Gaudium Press) Depois de ter escapado miraculosamente do incêndio que atingiu Notre-Dame, o órgão principal da Catedral de Paris está sendo restaurado.

A restauração dos 8 mil tubos do órgão começou no último dia 22 de março no atelier Cattiaux-Chevron, na região francesa de Corrèze.

Os trabalhos estão previstos para que o órgão possa ser reouvido na reabertura da catedral em 2024.

O grande órgão da catedral foi preservado das chamas e da enorme quantidade de água usada pelos bombeiros para controlar o incêndio.

O mesmo não aconteceu com o pequeno órgão do coro alto que recebeu uma enorme quantidade de água e terá que ser totalmente refeito.

Graças à preservação do instrumento, o trabalho de restauração consiste sobretudo na descontaminação e limpeza dos tubos.

O chumbo que se desprendeu durante o incêndio se espalhou em partículas por toda a catedral inclusive nos mais de 8 mil tubos do órgão.

Aristide Cavaille-Coll

Monumento histórico

Com 8 mil tubos repartidos em 115 conjuntos e com 5 teclados, o órgão de Notre-Dame é o maior instrumento musical da França e um dos mais conhecidos no mundo.

Classificado como um monumento histórico pelo ministério da cultura da França, o grande órgão de Notre-Dame foi reconstruído por Aristide Cavaillé-Coll em 1868.

Aristide Cavaillé-Coll foi um grande organeiro do século XIX, não apenas pelos instrumentos que construiu pela França e pela Europa mas também por suas invenções técnicas. (FM)

The post Iniciada nova fase da restauração do órgão de Notre-Dame de Paris appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias