Todos conhecemos Santa Teresa d’Ávila como uma grande mística dos séculos passados, uma mulher única, forte e privilegiada, envolta numa aura quase misteriosa de visões e fenômenos extraordinários. O que muitos ignoram, porém, é que a própria Teresa fez questão de ensinar que pouco ou quase nada valem esses “sinais exteriores”, porque a santidade está nem em fazer milagres, nem em rezar muitos Terços, nem em saber muita teologia: a santidade é a meta de um caminho — o mesmo para todos — de perfeição no amor e na amizade, íntima e sincera, com Aquele que habita, silencioso, no mais íntimo de nossas almas. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta terça-feira, dia 15 de outubro, e alimentemo-nos hoje com o pão da doutrina espiritual de Santa Teresa de Jesus, Virgem e Doutor da Igreja! (Nosso curso sobre “Os Quatro Temperamentos” será lançado hoje! Inscreva-se e venha participar conosco: https://bit.ly/SejaAlunoO4T!)

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here