Muitas vezes, sem sequer nos darmos conta, conduzimos nossa vida espiritual com um “naturalismo prático”: ricos de soberba, mas pobres de humildade, achamos que somos nós os autores da nossa santidade e que Deus, na melhor das hipóteses, é um mero espectador dos nossos esforços tão “heroicos”. Tolos e inconsequentes, não percebemos que, para nós, é impossível ser perfeito, pois somente Deus, que realiza em nós o querer e o operar, pode fazer-nos passar pelo “buraco estreito de agulha” da santidade. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para esta terça-feira, dia 20 de agosto, e peçamos juntos a Deus perdão pela soberba com que tantas vezes resistimos à ação da graça, achando que seremos santos sem a ajuda daquele que é três vezes Santo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here