[bmto id=”3″]https://www.youtube.com/watch?v=1jcni4cXOo4[/bmto]

Pedir “em nome de Cristo”, como às vezes tendemos a pensar, não é o mesmo que possuir uma espécie de procuração para que o Pai nos conceda mais facilmente o que pedirmos. Trata-se, ao contrário, de estar em comunhão com a pessoa de Cristo: assim, se o nosso pedido for realmente em seu nome, então é a Ele que o Pai irá enxergar ao olhar para nós; é a Cristo que Deus escutará ao ouvir as nossas preces; e é o mesmo Jesus que se oferecerá quando por Ele padecermos e nos sacrificarmos. Assista à homilia do Padre Paulo Ricardo para este sábado, dia 1.º de junho, e que o Senhor nos dê a graça de estarmos sempre unidos a Ele, a fim de que seja Ele quem viva em nós, e não mais nós.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × quatro =