18.1 C
São Paulo
sexta-feira, dezembro 3, 2021

Missa em latim não poderá ser celebrada na Diocese de Roma durante a Semana Santa 2022

Além disso, a Diocese romana também determinou que nenhum outro sacramento ou sacramental, além da Santa Missa, poderá ser celebrado de acordo com o rito antigo.

Itália – Roma (10/11/2021 16:48, Gaudium Press) Através de uma carta, endereçada aos sacerdotes e fiéis da diocese de Roma, o vigário-geral, Cardeal Angelo De Donatis, proibiu a celebração da missa tradicional anterior à reforma do Concilio Vaticano II durante o Tríduo Pascal de 2022, que vai da celebração da Última Ceia da Quinta-feira Santa à noite do Domingo de Páscoa.

Além disso, a Diocese romana também determinou que nenhum outro sacramento ou sacramental, além da Santa Missa, poderá ser celebrado de acordo com o rito antigo. Estas diretrizes foram emitidas em resposta ao motu proprio ‘Traditionis custodes’ de autoria do Papa Francisco, publicado em julho, através do qual são impostas restrições ao uso do Missal Romano de 1962.

Motivo do lançamento do motu proprio ‘Traditionis custodes’

O Papa Francisco explicou, na ocasião em que lançou o motu proprio, que tomou essa decisão porque o uso do missal de 1962 era “frequentemente caracterizado por uma rejeição não só da reforma litúrgica, mas do próprio Concílio Vaticano II, alegando, com afirmações infundadas e insustentáveis, que (a reforma) traía a Tradição e a ‘verdadeira Igreja’”.

De acordo com o Cardeal vigário de Roma, o pároco da igreja da Santissima Trinità dei Pellegrini, igreja dirigida pela Fraternidade Sacerdotal de São Pedro (FSSP), foi designado como responsável temporário pela celebração digna da liturgia eucarística, bem como pelo cuidado pastoral e espiritual ordinário dos fiéis ligados à missa tradicional.

Motu proprio de Francisco revogou carta apostólica de Bento XVI

Segundo estabelecido pelo purpurado, as leituras realizadas durante as missas latinas tradicionais devem ser proclamadas em italiano de acordo com a tradução de 2008 da Conferência Episcopal Italiana. De Donatis destaca que “não é mais possível usar o Ritual Romano e os outros livros litúrgicos do ‘rito antigo’ para a celebração de sacramentos e sacramentais”.

O motu proprio ‘Traditionis custodes’, publicado no dia 16 de julho, revogou a carta apostólica ‘Summorum Pontificum’ de 2007 de Bento XVI, que estendeu a todos os sacerdotes o direito de rezar a missa usando o Missal Romano de 1962. Desde então, Bispos do mundo inteiro permitiram ou proibiram que sacerdotes rezem a missa tradicional latina em suas Dioceses. (EPC)

The post Missa em latim não poderá ser celebrada na Diocese de Roma durante a Semana Santa 2022 appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias