18.6 C
São Paulo
quinta-feira, abril 14, 2022

Papa envia ambulância à Ucrânia e condena políticas de armamento

O Vaticano doou uma ambulância para a cidade de Lviv. O Cardeal Krajewski, esmoleiro apostólico partiu a bordo do veículo para entregá-lo às autoridades ucranianas

Redação (27/03/2022 10:20, Gaudium Press) O Papa Francisco abençoou e ofereceu uma ambulância para a Ucrânia.

Na tarde do último sábado, 26 de março, o Cardeal Krajewski, esmoleiro apostólico, partiu rumo à cidade ucraniana de Lviv em uma ambulância oferecida pelo Vaticano.

O veículo que será posto à disposição das autoridades de Lviv é uma oferta do Papa Francisco aos habitantes da cidade.

Com efeito, Lviv teve um aumento da população em razão do número crescente de refugiados que chegaram ali.

Segunda viagem para a Ucrânia

A bordo da ambulância, o Cardeal Konrad Krajewski fará sua segunda viagem para a Ucrânia em menos de um mês.

No começo do mês de março o Cardeal polonês lá esteve para prestar assistência aos refugiados da guerra.

A viagem do Cardeal acontece após ele ter estado no santuário de Nossa Senhora de Fátima em Portugal, onde recitou a consagração da Ucrânia e da Rússia ao Imaculado Coração de Maria.

O envio da ambulância ocorreu na mesma semana em que Francisco condenou a estratégia de alguns países em aumentar seus armamentos.

Menos armas e mais atenção à pessoa humana

Segundo Francisco, a guerra e as armas não são a solução para resolver os conflitos. Francisco afirmou que a guerra em curso na Ucrânia é resultado “da velha lógica de poder que domina ainda a pseudo geopolítica”.

O problema central para Francisco é que o mundo ainda é visto pelos poderosos como um “tabuleiro” a ser governado mesmo em detrimento de outros.

Por isso, para Francisco a resposta adequada não está em aumentar o número de armas ou aumentar as sanções. A solução está centrada no cuidado e na atenção à pessoa humana e à Criação como um todo. (FM)

The post Papa envia ambulância à Ucrânia e condena políticas de armamento appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias