InícioNotícias da IgrejaPapa ratifica a decisão do governo chinês sobre nomeação de Bispo

Papa ratifica a decisão do governo chinês sobre nomeação de Bispo

Published on

O Papa Francisco ratificou a nomeação do Bispo da diocese chinesa de Xangai, Giuseppe Shen Bin

Santa Sé anuncia nomeação e ordenação de Thomas Chen Tianhao como novo bispo chinês e que "Há previsão de outras nomeações”.

Redação (16/07/2023 05:20, Gaudium Press) No último sábado, 15 de julho, o Papa Francisco nomeou Dom Giuseppe Shen Bin como Bispo de Xangai, China. A nomeação ratifica a indicação feita pelo governo chinês.

Em outubro de 2022, a Santa Sé e a China renovaram um acordo provisório de 2018 sobre a nomeação dos Bispos no país. O acordo determina que todas as indicações de Bispos devem ser aprovadas pela Santa Sé e tem como objetivo unir os católicos fiéis a Roma e os católicos fiéis ao regime chinês.

No entanto, um mês após a assinatura da renovação do acordo, o regime chinês nomeou, sem o consentimento do Vaticano, Dom John Peng Weizhao como Bispo auxiliar de uma diocese não reconhecida pela Santa Sé e, violando assim o compromisso estabelecido. Poucos meses depois, o fato se repetiu com a nomeação de Dom Giuseppe Shen Bin para a diocese de Xangai, a maior do país.

A cerimônia de instalação de Dom Shen Bin ocorreu no dia 4 de abril de 2023. Na tarde desse mesmo dia, Matteo Bruni, diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, explicou que a Santa Sé tomou conhecimento da cerimônia de instalação por meio da mídia.

cardeal parolin

Declarações do Secretário de Estado da Santa Sé sobre a nomeação

O Cardeal Parolin, Secretário de Estado da Santa Sé, comentou a decisão do Papa ao ratificar a nomeação. Em suas declarações, Parolin descreveu Dom Shen Bin como um pastor estimado e afirmou que o Papa Francisco decidiu “corrigir a irregularidade canônica” visando o bem da diocese, a maior do país, e “o melhor exercício do ministério pastoral” de Dom Shen Bin.

No entanto, o Cardeal explicou que o procedimento adotado pelo governo chinês em relação às nomeações e transferências dos Bispos “desconsidera o espírito de diálogo e colaboração” estabelecido de certa forma pelo acordo. Portanto, o Secretário de Estado afirmou que ambas as partes devem trabalhar para evitar situações de desacordo e mal-entendidos.

O acordo provisório, renovado duas vezes em 2020 e 2022, gerou muitas críticas no meio católico, pois é visto como um controle do governo chinês sobre os católicos que sempre se mantiveram fiéis a Roma e que sofreram perseguição por sua fidelidade às autoridades governamentais. (FM)

The post Papa ratifica a decisão do governo chinês sobre nomeação de Bispo appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Congresso Eucarístico Nacional é realizado na Guatemala

Realizado na cidade de Quetzaltenango, o evento teve início na última quarta-feira, 10 de...

Beato Carlos de Blois: senhor feudal perfeito

Governador e patriarca da Bretanha – Noroeste da França –, aristocrata e batalhador que...

Sexta-feira da 14ª semana do Tempo Comum

(verde – ofício do dia) Recebemos, Senhor, vossa misericórdia no meio do vosso templo. Como...

Incêndio na torre da Catedral de Rouen

As imagens da torre em chamas da Catedral de Rouen evocam o terrível incêndio...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...