São Maurício e companheiros mártires

Must Read

Nossos irmãos, esses injustiçados

Comentários à Liturgia do XXX Domingo do Tempo Comum. Há quem, no contexto de amar a Deus e ao...

Frei Galvão e o Frango do Diabo: conheça essa história de nosso Santo

Como poderia Frei Galvão, estando no Mosteiro da Luz, em São Paulo, ter sabido o que acontecera lá no meio...

8 Frases, Ensinamentos e Conselhos de Santo Antônio Maria Claret

Claret: Pense bem antes de dar conselhos e esteja sempre pronto para servir. Redação (24/10/2020, 11:00, Gaudium Press) Citar frases,...


Roma é chamada de ‘Cidade Eterna’, onde encontramos a Cátedra de São Pedro, ocupada pelo atual Papa Francisco.

Roma é considerada pelos católicos como sinal visível do Sacramento Universal da Salvação, a Igreja; porém, para que isto ocorresse, muitos mártires deram a vida para “comprarem” com o sangue a vitória do Cristianismo sobre o Império Romano, que em 381 dobrou os joelhos diante do verdadeiro Deus e verdadeiro homem: Jesus Cristo.

São Maurício e companheiros faziam parte da tropa dos valentes guerreiros e mártires do Senhor, que estiveram envolvidos no massacre da Legião Tebana. O imperador Diocleciano, precisando combater as tropas que ameaçavam o Império no Oriente, foi ao amigo Maximiano para que o mesmo organizasse um forte exército. Tendo feito progresso, o imperador mandou que o exército parasse para descansar e oferecer sacrifícios aos deuses em sinal de agradecimento.

Imediatamente os soldados cristãos se opuseram a tal ordem: “Somos teus soldados e não menos servidores de Deus. Sabemos perfeitamente a nossa obrigação como militares, mas não nos é lícito atraiçoar o nosso Deus e Senhor. Estamos prontos a obedecer a tudo que não contrarie a lei de Jesus Cristo.”

Começaram a matar parte deste grupo e o oficial Maurício com seus companheiros foram os que mais se destacaram pois acolheram, por amor e fé em Jesus Cristo, a palma do martírio, dando assim, o mais perfeito testemunho.

Providencialmente, ou seja, como sinal da grande fidelidade destes cristãos, o local à beira do Rio Ródano ficou conhecido como Martigny, nome que deriva de mártir. Este fato ocorreu por volta do ano 286, e é certo que no século seguinte foi elevada uma basílica no lugar da execução e que, no ano 520, Sigismundo, rei da Borgonha, construiu lá um mosteiro que subsiste ainda e deu origem à cidade de São Maurício na Suíça.

São Maurício e companheiros, rogai por nós!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

18 − 13 =

Latest News

Nossos irmãos, esses injustiçados

Comentários à Liturgia do XXX Domingo do Tempo Comum. Há quem, no contexto de amar a Deus e ao...

Frei Galvão e o Frango do Diabo: conheça essa história de nosso Santo

Como poderia Frei Galvão, estando no Mosteiro da Luz, em São Paulo, ter sabido o que acontecera lá no meio do mato com o ex-escravo...

8 Frases, Ensinamentos e Conselhos de Santo Antônio Maria Claret

Claret: Pense bem antes de dar conselhos e esteja sempre pronto para servir. Redação (24/10/2020, 11:00, Gaudium Press) Citar frases, conselhos ou ensinamentos de Santos...

Santo Antônio Maria Claret: consumido pela sede de almas

Ardente de caridade, Santo Antônio Maria Claret atendeu com humildade e grandeza ao chamado divino para ser missionário, enfrentando com ufania as mais difíceis...

Santo Antônio Maria Claret

O santo lembrado hoje foi de muita importância para a Igreja que guarda o testemunho de sua santidade, que mereceu a frase do Papa...

More Articles Like This