Tratar do aborto com clareza: obrigação do clero, direito dos católicos, diz Cardeal

Must Read

Santa Úrsula

Úrsula nasceu no ano 362, filha dos reis da Cornúbia, na Inglaterra. A fama de sua beleza se espalhou...

29ª Semana do Tempo Comum – Quarta-feira

Primeira Leitura: Efésios 3,2-12 Leitura da carta de São Paulo aos Efésios – Irmãos, se ao menos soubésseis da graça que...

Arcebispo Australiano questiona Restrições do Governo a propósito da Covid-19

As pessoas estavam prontas para lampejos de esperança, mas não houve muita esperança oferecida às pessoas de Fé: as...


Os ensinamentos da Igreja sobre o direito e a santidade da vida desde a concepção até a morte natural são uma prioridade e o clero não deve apoiar ou condenar candidatos a cargos políticos.

Os ensinamentos da Igreja sobre o direito e a santidade da vida desde a concepção até a morte natural são uma prioridade e o clero não deve apoiar ou condenar candidatos a cargos políticos.

Boston – EUA (28/08/2020, 11:00 – Gaudium Press) Um dia depois que um sacerdote da Arquidiocese de Boston elogiou o candidato à presidência Joe Biden e apoiou o aborto como sendo um “direito de escolha”, o Cardeal Arcebispo de Boston Dom Sean O’Malley fez algumas declarações à imprensa.

Santidade da vida, uma prioridade proeminente nos ensinamentos da Igreja Católica

Os ensinamentos da Igreja sobre a santidade da vida têm uma prioridade proeminente, assegurou o Cardeal Arcebispo de Boston, Dom Sean O’Malley, OFM, Cap.

O Cardeal declarou também que, tanto o clero quanto aqueles que, de alguma forma representam a Arquidiocese, não devem apoiar ou condenar nenhum candidato a cargos políticos.

Um direito dos católicos: que os sacerdotes sejam claros e inequívocos ao tratar do aborto e proteção à vida

Em sua declaração a órgãos da imprensa, o Cardeal afirmou que os católicos têm “o direito de esperar que os sacerdotes da Arquidiocese e os responsáveis na transmissão da Fé sejam claros e inequívocos no ensino da Igreja sobre o respeito e a proteção da vida desde o primeiro momento da concepção até a morte natural”.

“Este ensinamento é da mais alta prioridade para a Igreja”, destacou o Purpurado.

O clero e representantes da Arquidiocese não podem apoiar ou condenar candidatos a cargos políticos

Contudo, o Cardeal O’Malley afirmou em sua declaração que o clero, assim como “os religiosos e leigos que ministram ou servem na Arquidiocese de Boston”, e que assim a representam de alguma forma, não devem apoiar ou condenar candidatos de partidos políticos.

Segundo o Cardeal, “O papel do ensino da Igreja Católica é levar princípios religiosos e morais à vida de nossa sociedade, de nossa comunidade e de nossa Nação”.

O Arcebispo de Boston explicou que “Nossa mediação aborda a proteção da vida humana em todas as etapas e em todas as circunstâncias, incluindo questões de igualdade social e econômica, a influência dominante do racismo sistémico e a acolhida de imigrantes e refugiados”.

Como deve ser o “papel ativo” dos católicos na vida pública

A opinião do Cardeal O’Malley é de que os católicos deveriam ter um “papel ativo” na vida pública, e “cumprir com a obrigação básica de votar”. Para o Arcebispo de Boston, os católicos estão “chamados a levar a luz da Fé e a razão a nossas responsabilidades cívicas”. (JSG)

The post Tratar do aborto com clareza: obrigação do clero, direito dos católicos, diz Cardeal appeared first on Gaudium Press.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezoito + 17 =

Latest News

Santa Úrsula

Úrsula nasceu no ano 362, filha dos reis da Cornúbia, na Inglaterra. A fama de sua beleza se espalhou...

29ª Semana do Tempo Comum – Quarta-feira

Primeira Leitura: Efésios 3,2-12 Leitura da carta de São Paulo aos Efésios – Irmãos, se ao menos soubésseis da graça que Deus me concedeu para realizar...

Arcebispo Australiano questiona Restrições do Governo a propósito da Covid-19

As pessoas estavam prontas para lampejos de esperança, mas não houve muita esperança oferecida às pessoas de Fé: as piscinas e os Pet Shops...

Exposição dedicada a São João Paulo II é inaugurada em Roma

A exposição acontece por ocasião do centenário do nascimento de Karol Wojtyla, ficará aberta ao público até 2 de abril de 2021, aniversário de...

Bento XVI: silêncio, espera e desenlace

Bento XVI, figura sobre a qual os séculos futuros muito hão de falar, continua sendo personagem de proa das inquirições sem-fim que deixam todo...

More Articles Like This