25ª Semana do Tempo Comum – Sexta-feira

Must Read

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e...


Primeira Leitura: Eclesiastes, 3,1-11

Leitura do livro do Eclesiastes – Tudo tem seu tempo. Há um momento oportuno para tudo que acontece debaixo do céu. Tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de colher a planta. Tempo de matar e tempo de salvar; tempo de destruir e tempo de construir. Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de lamentar e tempo de dançar. Tempo de atirar pedras e tempo de as amontoar; tempo de abraçar e tempo de se separar. Tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de esbanjar. Tempo de rasgar e tempo de costurar; tempo de calar e tempo de falar. Tempo de amar e tempo de odiar; tempo de guerra e tempo de paz. Que proveito tira o trabalhador de seu esforço? Observei a tarefa que Deus impôs aos homens, para que nela se ocupassem. As coisas que ele fez são todas boas no tempo oportuno. Além disso, ele dispôs que fossem permanentes; no entanto o homem jamais chega a conhecer o princípio e o fim da ação que Deus realiza. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 143(144)

Bendito seja o Senhor, meu rochedo.

1. Bendito seja o Senhor, meu rochedo. / Ele é meu amor, meu refúgio, / libertador, fortaleza e abrigo. / É meu escudo: é nele que espero. – R.

2. Que é o homem, Senhor, para vós? † Por que dele cuidais tanto assim / e no filho do homem pensais? / Como o sopro de vento é o homem, / os seus dias são sombra que passa. – R.

Evangelho: Lucas 9,18-22

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Aconteceu que Jesus estava rezando num lugar retirado, e os discípulos estavam com ele. Então, Jesus perguntou-lhes: “Quem diz o povo que eu sou?” Eles responderam: “Uns dizem que és João Batista; outros, que és Elias; mas outros acham que és algum dos antigos profetas que ressuscitou”. Mas Jesus perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” Pedro respondeu: “O Cristo de Deus”. Mas Jesus proibiu-lhes severamente que contassem isso a alguém. E acrescentou: “O Filho do Homem deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos sumos sacerdotes e doutores da Lei, deve ser morto e ressuscitar no terceiro dia”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Os contemporâneos de Jesus não têm ideia clara sobre quem ele é. Evocam João Batista, Elias ou algum dos antigos profetas. Os apóstolos, pela voz de Pedro, respondem corretamente. Mas a Pedro falta compreender que tipo de Messias é Jesus. Não o valente guerreiro que viria para expulsar os ocupantes romanos. Não alguém que vai triunfar pela força e poder. Jesus é o Messias que dará sua vida para resgatar da escravidão do pecado a humanidade inteira. Visto que os apóstolos não estavam em condições de entender a verdadeira identidade do Messias, Jesus os proíbe de contar a alguém a revelação feita a Pedro. A partir da ressurreição, as pessoas saberão
quem de fato é “o Messias de Deus”. Por ora, o Messias encaminha-se para a morte na cruz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 1 =

Latest News

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada do que as outras liberdades”. Lisboa...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e dois institutos femininos.   Cidade do Vaticano...

Vaticano inaugura decoração natalina em 11 de dezembro

O presépio e a árvore de Natal permanecerão na Praça de São Pedro até a festa do Batismo do Senhor, que ocorrerá no dia...

A oração é o elo entre o nosso coração e Deus

Primeiro, é bom nos lembrarmos de que toda oração, quando a fazemos com o coração e com a mente abertos à vontade de Deus,...

More Articles Like This

Clique aqui para receber todas as noticias!
Dismiss
Allow