5 surpreendentes afirmações de Martinho Lutero sobre a Virgem Maria

Must Read

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a...



Martinho Lutero é um nome conhecido para muitos cristãos. Ele é considerado como “pai da reforma protestante” e a maior parte das seitas autodenominadas cristãs tem origem histórico no seu protesto.

Mas já se passaram 5 séculos desde então e muitas coisas mudaram no mundo protestante. Grande parte da doutrina que Lutero acreditava e defendia já não são aceitas nas novas comunidades protestantes, é por isso que muitos deles se surpreendem ao ler, entre outros temas, as afirmações que ele fazia sobre a Santíssima Virgem Maria.

Neste artigo só mencionaremos 5 delas.

NOTA IMPORTANTE: Tudo isso foi dito por Lutero DEPOIS de romper com a verdadeira Igreja de Cristo.

1) Maria é mãe de todos nós

Maria é a Mãe de Jesus e a Mãe de todos nós, embora fosse só Cristo quem repousou no colo dela… Se ele é nosso, deveríamos estar na situação dele; lá onde ele está, nós também devemos estar e tudo aquilo que ele tem deveria ser nosso. Portanto, a mãe dele também é nossa mãe..” (Martinho Lutero, Sermão de Natal de 1529.)

2) Nunca conseguiremos honrá-la o suficiente

Maria é a maior e a mais nobre jóia da Cristandade logo após Cristo… Ela é nobre, sábia e santamente personificada. Jamais conseguiremos honrá-la suficientemente.” (Lutero, Sermão do Natal de 1531)

3) Maria é a Mãe de Deus

“… ela com justiça é chamada não apenas de mãe dos homens, mas também a Mãe de Deus… é certo que Maria é a Mãe do real e verdadeiro Deus”. Sermão Concórdia. vol 24. p. 107.”

4) Maria foi concebida sem pecado original

É uma doce e piedosa crença esta que diz que a alma de Maria não possuía pecado original; esta de que, quando ela recebeu sua alma, ela também foi purificada do pecado original e adornada com os dons de Deus, recebendo de Deus uma alma pura. Assim, desde o primeiro momento de sua vida, ela estava livre de todo pecado” (Lutero, Sermão sobre o Dia da Conceição da Mãe de Deus de 1527)

5) Maria não teve mais filhos

“Cristo foi o único filho de Maria, e da Virgem Maria não teve filhos além Dele… Estou inclinado a concordar com aqueles que declaram que ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’. A Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos irmãos.” Sermão, 1539.

Fonte: ChurchPop

3 COMENTÁRIOS

    • Você esta totalmente enganado, em nenhum momento defendemos Lutero no texto, e só ler direito, e sua devoção a Nossa Senhora foi ate a sua morte, tanto que as igrejas luteranas veneram também Nossa Senhora como mãe de Deus. O que queremos mostrar e que como os protestantes são contraditórios pois nem o fundador da igreja deles eles seguem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

oito + nove =

Latest News

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia de culto público. Bréscia – Itália...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a Maria para conduzir almas a...

“Morte ao Nazareno”: Novo grito de “Crucifica-o!”?

Declarar “morte ao Nazareno” é uma frase que demonstra um ódio total à Santa Igreja Católica e seus ensinamentos ao longo dos séculos. Redação (26/10/2020...

Papa no Angelus: o verdadeiro amor ao próximo baseia-se no amor a Deus

Não é verdadeiro amor a Deus o que não se expressa no amor ao próximo; não é amor verdadeiro ao próximo o que não...

More Articles Like This