Abrir o coração a Jesus: mensagem do Papa no Dia de Prevenção do Suicídio

Must Read

Arcebispo de Santiago condena ataques sacrílegos contra igrejas no Chile

Dom Celestino Aós convidou os fiéis católicos do país a realizar atos de desagravo em reparação contra esses ataques...

Pandemia: 68% da população procurou a oração para enfrentar a Covid-19

Uma pesquisa feita em 95 países mostra que 68% da população mundial voltou-se para a Fé para enfrentar a...

O que é a maturidade na fé e como alcançar essa virtude

A maturidade na fé cristã é colocada de forma muito frequente nos escritos de São Paulo. Ele passou de...


cq5dam-thumbnail-cropped-1000-563-1

O tuíte do Papa Francisco hoje é dedicado ao Dia Mundial para a Prevenção do Suicídio, celebrado em 10 de setembro.

A data tem o aval da Organização Mundial da Saúde (OMS) e é promovida pela Associação Internacional para a Prevenção do Suicídio (Iasp).

O tema escolhido para os anos de 2019 e 2020 é: “Trabalhando juntos para prevenir o suicídio”. Todos os anos, esta chaga aparece entre as 20 principais causas de morte no mundo para pessoas de todas as idades. É responsável por mais de 800.000 mortes – o que equivale a um suicídio a cada 40 segundos.

No Brasil, são registrados cerca de 12 mil casos todos os anos. Trata-se de uma triste realidade, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% do total está relacionado a transtornos mentais. Em primeiro lugar, está a depressão, seguida do transtorno bipolar e do abuso de substâncias. Com esses números, o suicídio encontra-se entre as três principais causas de morte em indivíduos com idade entre 15 e 29 anos no mundo.

Drama na família

O Papa Francisco várias vezes manifestou sua preocupação com este fenômeno, sobretudo entre os jovens. Para o Pontífice, o principal motivo é a falta de perspectiva: “Não conseguem sentir-se úteis. Outros jovens não têm a coragem de enfrentar o suicídio, mas procuram uma alienação intermediária nas dependências, e hoje a dependência é uma fuga desta falta de dignidade”.

No tuíte de hoje, o Santo Padre cita a pandemia e suas consequências. Recentemente, falou sobre o assunto e alertou para a prática da usura.

“Quantas situações de usura somos obrigados a ver e quanto sofrimento e angústia existem nas famílias! E muitas vezes, no desespero, quantos homens acabam no suicídio porque não aguentam, não têm esperança, não têm uma mão estendida que os ajude, mas só uma mão que os obriga a pagar os juros. A usura é um pecado grave.”

Via Vatican News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dezessete + dez =

Latest News

Arcebispo de Santiago condena ataques sacrílegos contra igrejas no Chile

Dom Celestino Aós convidou os fiéis católicos do país a realizar atos de desagravo em reparação contra esses ataques...

Pandemia: 68% da população procurou a oração para enfrentar a Covid-19

Uma pesquisa feita em 95 países mostra que 68% da população mundial voltou-se para a Fé para enfrentar a adversidade da pandemia. Redação (20/10/2020, 10:30,...

O que é a maturidade na fé e como alcançar essa virtude

A maturidade na fé cristã é colocada de forma muito frequente nos escritos de São Paulo. Ele passou de infantil, imaturo na fé, para...

Dioceses em todo o brasil começam a celebrar o Dia Nacional da Juventude (DNJ)

Em razão da pandemia da Covid-19, o Dia Nacional da Juventude (DNJ) 2020 será celebrado de uma maneira diferenciada este ano. Apesar de a...

São Pedro de Alcântara: o Santo espanhol proclamado padroeiro do Brasil

Em 1826, o Papa Leão XII, atendendo um pedido de Dom Pedro I proclamou São Pedro de Alcântara padroeiro do Brasil. Redação (19/10/2020 15:00, Gaudium...

More Articles Like This