20 C
São Paulo
sexta-feira, janeiro 28, 2022

Arcebispo de Paris pede que Papa decida seu futuro

Após revelações comprometedoras, Mons. Michel Aupetit, Arcebispo de Paris, escreveu uma carta ao Papa Francisco pedindo que o Pontífice decida sobre o futuro da diocese de Paris

Redação (26/11/2021 21:35, Gaudium Press) O Arcebispo de Paris, Monsenhor Michel Aupetit, encaminhou uma carta ao Papa Francisco, na qual pede que o Pontífice decida sobre seu futuro e o futuro da diocese de Paris.

A carta aparece alguns dias após a revelação do jornal francês “Le Point” sobre uma “relação ambígua” entre o Arcebispo e uma mulher, em 2012. A informação procede de um e-mail que o Arcebispo mandou por engano e que deixaria claro sua relação com a mulher.

O Arcebispo reconhece um comportamento ambíguo

O Arcebispo nega qualquer envolvimento amoroso ou sexual, mas admitiu que seu comportamento para com a mulher poderia ter sido ambíguo e levantando suposições sobre uma relação mais íntima entre os dois.

A Arquidiocese de Paris explicou que a carta de “demissão” não é um reconhecimento de culpa, mas um ato de humildade, pois o Arcebispo reconhece que alguns católicos da diocese podem ter ficado chocados.

Contudo, Mons. Aupetit precisou para outro periódico que ele não utilizou a palavra demissão na carta. “Demissão equivaleria dizer que eu abando minha função. Na verdade, eu a entrego nas mãos do Santo Padre, porque foi ele que a entregou a mim. Eu fiz isso para preservar a diocese, pois, como bispo, eu devo estar ao serviço da unidade.”

O Arcebispo disse que explicou sua situação para o Cardeal Marc Ouellet e para o Núncio apostólico na França, o Arcebispo Celestino Migliore.

O Arcebispo nega que tenha pedido demissão

Segundo outro jornal francês, um e-mail teria sido enviado aos sacerdotes da diocese, explicando que a carta do Arcebispo ao Papa não se trata de um pedido de demissão, contrariamente ao que os jornais estão notificando.

Em todo o caso, apenas o Papa Francisco pode aceitar ou negar a demissão de Mons. Aupetit. A decisão pode levar algumas semanas.

Michel Aupetit, foi médico durante onze anos antes de abraçar o sacerdócio. Foi ordenado aos 44 anos, em 1995. Em 2013, foi nomeado bispo auxiliar da arquidiocese de Paris e em 2017 assumiu o cargo de arcebispo. (FM)

 

The post Arcebispo de Paris pede que Papa decida seu futuro appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias