20 C
São Paulo
sexta-feira, janeiro 28, 2022

Membros dos Arautos publicam carta aberta respondendo acusações do Bispo de Rio Branco

Na carta aberta, é manifestada surpresa e indignação, ao mesmo tempo em que são apresentados argumentos de defesa contra todas as acusações feitas pelo prelado, que são consideradas “inteiramente falsas”.

Redação (26/11/2021 16:48, Gaudium Press) O Bispo de Rio Branco, Acre, Dom Joaquín Pertiñez, escreveu uma carta no dia 19 de novembro deste ano, endereçada aos Arautos do Evangelho. Na missiva, que circulou pelas redes sociais, o prelado faz uma série de ataques contra a Associação católica e proíbe a mesma de realizar qualquer tipo de ação na Diocese e inclusive entrar nela.

Acusações feitas contra os Arautos são inteiramente falsas

Em resposta ao prelado, alguns membros da a Associação Privada Internacional de Fiéis de Direito Pontifício Arautos do Evangelho redigiram uma carta aberta na qual manifestam sua surpresa e indignação, ao mesmo tempo em que se defendem de todas as acusações feitas pelo Bispo, considerando-as “inteiramente falsas”.

No documento é explicado que os Arautos do Evangelho não realizam qualquer tipo de “visita pastoral-econômica”, mas se limitam a visitar, de forma privada, seus membros solidários, amigos e simpatizantes. Além disso, mesmo sem ter qualquer tipo de obrigação nesse sentido, os membros da Associação têm o costume de comunicar sua presença ao Ordinário local.

Confira o documento na íntegra: CARTA ABERTA A DOM JOAQUIN PERTINEZ BISPO DE RIO BRANCO

Mais de 120 mil reais já foram doados à Diocese de Rio Branco pelos Arautos

Após a publicação da carta do Bispo de Rio Branco, o Irmão Valdir Mapelli, para quem foi endereçada a missiva, se encontrou com Dom Joaquín e lhe explicou a situação detalhadamente. O prelado, entretanto, “não manifestou sinal nem desejo de retratação alguma”.

Sobre a alegação de que os Arautos estariam “tirando dinheiro do povo”, se destaca que “se existem colaboradores da Associação em sua Diocese, isso não ocorre em detrimento à contribuição do dízimo, que é vivamente incentivada pela Associação”. Em seguida é recordado que através do Fundo Misericórdia, promovido pela Associação, já foram doados mais de 120 mil reais à Diocese de Rio Branco desde o ano de 2014.

Não se deve confundir beleza com luxo

Por fim, respondendo às críticas feitas por conta da foto de um refeitório que estampa a capa da revista Arautos do Evangelho do mês de novembro, se adverte que não se deve confundir a beleza com o luxo. “Santo Agostinho pregava a beleza na ordem das coisas, na proporção das partes, nas cores nítidas e amenas, na harmonia em geral, até na boa modulação da música e no decoro”, nesse sentido, os Arautos se dizem agostinianos, assim como o Bispo de Rio Branco.

A carta é concluída com a assinatura de diversos membros associados, membros cooperadores, membros solidários e simpatizantes da Associação Privada Internacional de Fiéis de Direito Pontifício Arautos do Evangelho, dentre eles estão pais e mães de família. (EPC)

The post Membros dos Arautos publicam carta aberta respondendo acusações do Bispo de Rio Branco appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias