InícioNotícias da IgrejaAs basílicas-mesquitas do “califado” da Turquia?

As basílicas-mesquitas do “califado” da Turquia?

Published on

A Igreja de São Salvador de Cora é outra igreja histórica convertida em mesquita na Turquia.

basilchora

Redação (09/05/2024 15:46, Gaudium Press) Outra igreja histórica convertida em mesquita na Turquia está enfrentando críticas que a descrevem pejorativamente de califado ou sultanato. No entanto, as últimas eleições municipais revelaram uma reação da população contra as tentativas “cesarosultanistas” do presidente Erdogan, resultando na primeira derrota do partido presidencial em duas décadas.

Desta vez, a Igreja de São Salvador de Cora, ou Chora, em Istambul, segue o caminho da grande basílica de Santa Sofia, uma das mais belas joias da arte bizantina, originalmente construída como uma igreja em homenagem a Cristo, sobre as fundações de um mosteiro do século 4 que abrigava as relíquias de São Bábilas, um bispo do oriente que sofreu o martírio sob a cruel perseguição do imperador Décio.

Construída no século 12 e reformada no século 14, a igreja foi transformada em mesquita após a invasão otomana, posteriormente secularizada no início do século 20, sob a égide de Mustafa Kemal, e depois convertida em museu.

Contudo, assim como Santa Sofia, agora Cora está dedicada ao culto de Maomé. Chora e Hagia Sophia nasceram do cristianismo e pertencem à humanidade, tendo sido declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Em agosto de 2020, Erdogan confirmou a decisão do Conselho de Estado que, em 19 de novembro de 2019, havia anulado a decisão de 1958 de transformar o local de culto em museu. Os planos foram adiados devido à pandemia.

O edifício, admirado por seus mosaicos e afrescos deslumbrantes, teve uma recente cerimônia oficial de inauguração e atualmente está aberto ao público como uma mesquita. Ao discursar no Complexo Presidencial por ocasião da reabertura de Cora, Erdogan mencionou que “nos últimos 21 anos, ressuscitamos 5.500 patrimônios ancestrais em nosso país e território geográfico de nossa pátria”. Não houve menção às origens cristãs do local ou ao seu passado como museu; simplesmente ocorreu uma ressurreição sob o símbolo do crescente.

Assim como ocorreu com Hagia Sophia, onde as imagens de Jesus, bem como os afrescos e ícones cristãos foram cobertos por cortinas brancas, este será o destino da igreja de Cora.

Algum comentário a respeito?

Com informações de Asia News e Infocatólica

The post As basílicas-mesquitas do “califado” da Turquia? appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

São Gregório VII: O Papa que venceu o mundo

25 de maio, dia em que a Igreja celebra a memória de São Gregório...

Santuário de Fátima lança podcast sobre a oração

O primeiro episódio do novo podcast, intitulado ‘ORA h’, já está disponível nas plataformas...

Sacerdote Capuchinho ao Papa: a Igreja nos Estados Unidos é mais forte do que na Europa

O Pe. Thomas G. Weinandy fez referência às declarações do Papa à CBS, nas...

Nossa Senhora Auxiliadora: uma verdadeira Amiga!

No dia 24 de maio, a Igreja celebra Nossa Senhora Auxiliadora dos Cristãos. Muito...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...