20.4 C
São Paulo
sábado, abril 17, 2021

Atacada casa de sacerdotes na Nova Guiné

Mesmo feridos, os sacerdotes querem cumprir suas responsabilidades pastorais e desejam regressar a suas paróquias para as cerimônias da Semana Santa.

Mesmo feridos, os sacerdotes querem cumprir suas responsabilidades pastorais e desejam regressar a suas paróquias para as cerimônias da Semana Santa.

Alotau – Nova Guné (26/03/2021/, 18:50, Gaudium Press) Dom Rolando C. Santos, Bispo da Diocese de Alotau-Sideia, fez um relato do episódio de violência ocorrido no dia 19 de março na residência dos sacerdotes, a denominada Casa John Sinou:

Mais de 10 agressores invadem residência de padres, às duas horas da manhã

“Eram 2 horas da manhã quando, após uma breve briga entre cerca de cinquenta criminosos e 5 policiais locais, mais de uma dezena de pessoas armadas invadiram a casa dos padres diocesanos, onde estão 11 dos nossos sacerdotes e um diácono.

Os agressores roubaram objetos, espancaram, traumatizaram os sacerdotes com ameaças

“Depois de arrombar a porta lateral da casa, os agressores atacaram 7 sacerdotes, entraram em seus quartos e roubaram seus laptops, telefones celulares, dinheiro e outros objetos de valor usados nas paróquias.
Eles levaram também um motor de popa para barcos, painéis solares, um projetor e uma televisão usados nas missões de evangelização.

Não houve vítimas fatais, porém, todos sofreram agressões e escárnios

Como resultado dos inúmeros golpes na cabeça, um missionário filipino perdeu muito sangue e foi levado para o hospital.
Um jovem sacerdote foi esfaqueado e outro foi agredido repetidamente com socos.
Os outros padres sofreram ferimentos leves, porém, todos estão traumatizados com o ataque.

Apesar de agredidos e ainda feridos sacerdotes querem voltar para suas atividades missionárias na Semana Santa

Agora, mesmo feridos e consternados, os sacerdotes e o diácono desejam cumprir suas responsabilidades e deveres pastorais para com os fiéis e querem regressar a suas paróquias para as cerimônias da Semana Santa.

Dom Santos ainda afirmou que a população local está muito chocada com o que aconteceu com os sacerdotes.
Agora “As pessoas não se sentem seguras e vivem com medo. Em Alotau e no resto da província, a violência continua a crescer. A polícia sente-se impotente porque é ultrapassada pelos criminosos que estão muito mais bem armados ”.

“Devemos rezar e implorar a ajuda e o perdão de Deus”, disse o Bispo. (JSG)

(Informações e foto FIDES)

The post Atacada casa de sacerdotes na Nova Guiné appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

12 − dez =

- Advertisement -

Ultimas Notícias