13.8 C
São Paulo
segunda-feira, agosto 2, 2021

Bispo colombiano excomunga profanadores do Tabernáculo de Igreja

Dom Jaramillo, Bispo de Garzón, declarou excomungados os promotores da profanação da Igreja de La Valvanera. A pena só pode ser levantada pelo Papa.

Dom Jaramillo, Bispo de Garzón, declarou excomungados os promotores da profanação da Igreja de La Valvanera. A pena só pode ser levantada pelo Papa.

Redação (15/12/2020, 10:50, Gaudium Press) As pessoas que praticaram o ato de profanação do Tabernáculo da Igreja de Nossa Senhora de La Valvanera, em Pitalito, Huila, na Colômbia, foram excomungadas pelo Bispo de Garzón, Dom Fabio Duque Jaramillo.

O anúncio da declaração informa também que, dada a gravidade do ato, tal excomunhão só pode ser levantada pelo Papa.

Cibório e hóstias consagradas foram espalhadas nos tapetes de limpeza na entrada da Igreja

Foi o padre Samuel Chávarro Collazos, pároco da Igreja onde ocorreu a profanação do Tabernáculo foi o denunciante do episódio sacrílego.
Conforma registraram as câmeras de segurança, o fato sacrílego ocorreu à 1h35.

O cibório e as hóstias foram encontrados espalhadas nos tapetes localizados na entrada da Igreja e ali colocados para os paroquianos desinfetarem os calçados.

Um fato triste, uma dor difícil de ser suportada, uma grave ofensa

O sacerdote disse que “foi muito triste saber do ocorrido, é uma dor difícil para um sacerdote suportar”.

O Padre Samuel pediu aos paroquianos que o acompanhassem nas orações que ele está fazendo para pedir a conversão, o arrependimento e o perdão daqueles que praticaram ou favoreceram a execução dessa grave ofensa.

Em fatos dessa natureza, a excomunhão aplicada só pode ser levantada pelo Papa

A diocese de Garzón publicou no Facebook a declaração de seu bispo, Dom Fabio Duque Jaramillo:

“Diante da profanação eucarística ocorrida na Igreja de Nossa Senhora de Valvanera, em Pitalito, o nosso bispo diocesano levanta a sua voz em nome de todos os fiéis católicos, repudiando este ato que ameaça o mistério fundamental da fé cristã, a Eucaristia.

O bispo recorda que, pelo simples fato de participarem no ato de profanação, os autores são automaticamente excomungados, pena máxima que a Igreja pode aplicar e que procura fazê-los reconhecer a gravidade do que fizeram para e conduzi-los ao arrependimento.

O Bispo recordou que em fatos dessa natureza, a excomunhão aplicada só pode ser levantada pelo Papa. (JSG)

The post Bispo colombiano excomunga profanadores do Tabernáculo de Igreja appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias