19.4 C
São Paulo
domingo, maio 9, 2021

Cardeal é sequestrado por grupo armado em Camarões

O cardeal camaronês Chrstian Tumi, de 90 anos, foi sequestrado por supostos combatentes separatistas na região noroeste de Camarões.

Camarões – Yaoundé (06/11/2020 09:00, Gaudium Press) O Cardeal Christian Wiyghan Tumi, Arcebispo emérito de Douala (Camarões) e primeiro purpurado camaronês, foi sequestrado na tarde da última quinta-feira, 05, por um grupo de homens armados na região noroeste, entre as cidades de Kumba e Bamenda, a capital regional.

Segundo informações da imprensa local, o responsável pela ação armada é o general dos Ambazonianos (separatistas anglófonos da problemática região de Ambazonia, no sudoeste do país) que se intitula Chaomao, um ex-pastor.

Dentre os possíveis motivos do sequestro está o incentivo dado pelo Cardeal às crianças para que frequentem a escola. De fato, recentemente alguns professores também foram sequestrados por um grupo armado, sendo libertados no dia de ontem, 5 de novembro. Já no dia 24 de outubro, oito crianças da escola bilíngue internacional Madre Francisca foram assassinadas em um ataque armado.

Nascido no dia 15 de outubro de 1930 em Kikaikelaki, o Cardeal Tumi sempre esteve ao lado dos habitantes do território situado no extremo norte dos Camarões, na fronteira com o Chade. Essa região, praticamente esquecida pelas autoridades centrais, enfrenta inúmeras dificuldades, das quais se destacam a pobreza e as divisões étnicas.

Sua luta pela paz em Camarões e contra a discriminação contra a minoria de língua inglesa no país rendeu ao Cardeal Christian Tumi o Prêmio Nelson Mandela, recebido em julho de 2019. (EPC)

The post Cardeal é sequestrado por grupo armado em Camarões appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

quatro − 1 =

- Advertisement -

Ultimas Notícias