13.8 C
São Paulo
segunda-feira, agosto 2, 2021

Cardeal Patriarca do Líbano adverte: diminui a presença cristã no Oriente Médio

A Igreja, no Oriente Médio, como um “navio ameaçado por fortes ventos e ondas” está afundando; é preciso enfrentar os males que assolam nossas pátrias com posturas de fé e esperança.

A Igreja, no Oriente Médio, como um “navio ameaçado por fortes ventos e ondas” está afundando; é preciso enfrentar os males que assolam nossas pátrias com posturas de fé e esperança.
Beirute (24/09/2020, 10:45, Gaudium Press) O Cardeal libanês Bechara Rai advertiu que a presença cristã no Oriente Médio está diminuindo e os líderes da Igreja “são chamados a enfrentar os ventos que sopram em nossa terra natal”.

A avaliação do Patriarca dos católicos maronitas do Líbano foi feita durante uma reunião do comitê executivo do Conselho de Igrejas do Oriente Médio (MECC, sigla em inglês) em 18 de setembro quando ele destacou a terrível realidade que os cristãos enfrentam na tumultuada região.

A Igreja é como navio ameaçado por fortes ventos e ondas e está afundando

Segundo o Cardeal Rai, “O navio ameaçado por fortes ventos e ondas” que está afundando, simboliza “a igreja testemunha no mar de nossos países do Oriente Médio perturbados pelos ventos de conflitos e guerras, crises políticas, econômicas, financeiras e de subsistência, e a epidemia do coronavírus”.

A Igreja, no Oriente Médio, como um “navio ameaçado por fortes ventos e ondas” está afundando; é preciso enfrentar os males que assolam nossas pátrias com posturas de fé e esperança.

É preciso enfrentar as ondas e ventos que assolam nossas pátrias com posturas de fé e esperança

O Cardeal Patriarca afirmou na reunião realizada pelo MECC, em Bkerke, ao norte de Beirute, que a ameaça “atingiu seu clímax” no Líbano com a catastrófica explosão no porto de Beirute, 4 de agosto, que matou cerca de 200 pessoas, feriu mais 6.000 e deixou desabrigados mais de 300.000 libaneses.

Enfatizou o Cardeal Bechara que o MECC é chamado neste momento tão turbulento para trabalhar com a igreja, instituições e fiéis “para enfrentar as ondas e ventos que assolam suas pátrias (…) com posturas de fé e esperança”.

A Igreja, no Oriente Médio, como um “navio ameaçado por fortes ventos e ondas” está afundando; é preciso enfrentar os males que assolam nossas pátrias com posturas de fé e esperança.

Que a Virgem Maria, Estrela do Mar, conduza a Igreja e nossas pátrias a porto seguro

“Pedimos, Senhor, pela intercessão de nossa Mãe Virgem Maria, a estrela do mar na tempestade, que conduza nossas pátrias, nossas igrejas e nosso povo ao porto seguro”, rezou o Cardeal Rai.

Guerras, conflitos, explosões e coronavírus na declaração final do MECC

A declaração final do MECC reiterou o apelo pelo fim das “guerras e conflitos destrutivos no Oriente Médio, para proteger a dignidade humana e construir a paz com base na justiça e nos direitos”.

Os participantes da reunião expressaram também sua “profunda solidariedade” com os libaneses na “tragédia catastrófica” que estão sofrendo com as explosões de Beirute e expressaram ainda sua solidariedade a todos os afetados pela pandemia do coronavírus e garantiram suas orações contínuas pelo fim da pandemia.

Os membros do comitê elegeram o padre melquita Gabriel Hachem, como secretário geral adjunto do MECC.

O cardeal iraquiano Louis Sako, patriarca dos católicos caldeus e presidente do Conselho para Igrejas Católicas do MECC, participou pela internet desde de Bagdá.

The post Cardeal Patriarca do Líbano adverte: diminui a presença cristã no Oriente Médio appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias