17 C
São Paulo
terça-feira, junho 14, 2022

Cardeal Pell: O mistério dos milhões de dólares enviados do Vaticano para Austrália

O cardeal australiano, absolvido das acusações de abuso, deu uma extensa entrevista ao National Catholic Register.  

Redação (20/12/2021 11:03, Gaudium Press) No final do ano passado, dados fornecidos pelo Centro de Análises e Relatórios Financeiros da Austrália (AUSTRAC) colocaram financistas de todo o mundo em alerta e também os católicos: cerca de 1,4 milhão de dólares foram transferidos do Vaticano para a Austrália.

Mas depois de ‘cruzar as contas’ e fazer revisões, sem a devida penitência, AUSTRAC declarou que não era a tal enorme quantia, mas somente alguns milhões, que se explicam pelos normais fluxos de dinheiro entre a Santa Sé e a Igreja de lá. Contudo, mesmo que fosse muito menos, ainda há um montante que se pede uma explicação e que tem despertado interesse.

Os mistérios podem ser adornados, ou se tiverem força intrínseca basta apresentar: Mons. Perlasca, ex-funcionário da Secretaria de Estado e agora principal testemunha contra o Cardeal Becciu, afirma que este Cardeal autorizou o envio de dois milhões e trezentos mil dólares australianos para a defesa do Cardeal Pell, outrora indiciado por falsas acusações de abuso sexual. No entanto, o cardeal australiano informou ao National Catholic Register que “certamente não recebemos nada”.

E agora o Cardeal Pell desafia o cardeal Becciu a dizer ou a mostrar qual foi o destino desse dinheiro. “Tenho uma pergunta para o Cardeal Becciu: Poderia somente nos dizer para qual finalidade foi enviado o dinheiro?”

De fato, correm todos os tipos de rumores sobre esses assunto, um deles, reproduzido em importantes meios de comunicação, é que o dinheiro do Vaticano teria sido usado para promover as acusações contra o cardeal.

Sobre a revisão financeira, “havia resistência na Secretaria de Estado. Mas se o Auditor das contas ou nós da Secretaria para a Economia tivéssemos podido intervir antes, teríamos economizado muito, muito dinheiro destinado ao Palácio de Londres e também a outros lugares”, declarou o Cardeal Pell em novembro passado, segundo La Stampa .

Estão tensas as relações entre a Secretaria de Estado e o Secretaria para a Economia. E agora surge que a Secretaria de Estado alocou 2,3 milhões de dólares australianos (1,65 milhões de dólares americanos) para a defesa do Cardeal Pell, que a ele não chegaram. “Não há dúvida de que 2.300.000 [dólares australianos] foram enviados do Vaticano para a Austrália. O Cardeal Becciu reconheceu isso”, declarou o Cardeal Pell ao Register. Esta informação foi obtida pelo Cardeal a partir dos vídeos das declarações de Mons. Perlasca no processo em curso, no Vaticano.

Mas o próprio Cardeal Pell já fez suas investigações, as quais motivaram ainda mais perguntas: “Perguntamos à Conferência Episcopal [da Austrália], e eles não receberam nada. Nós certamente não recebemos nada. Portanto, tenho uma pergunta para o Cardeal Becciu: ‘Poderia nos dizer para qual finalidade foi enviado o dinheiro?’ E se não tem nada a ver comigo ou para propósitos completamente inocentes, bem, eu ficaria satisfeito e nós podemos seguir com nossas vidas. “

 

 

 

The post Cardeal Pell: O mistério dos milhões de dólares enviados do Vaticano para Austrália appeared first on Gaudium Press.

Artigo anteriorÓ Raiz de Jessé!
Próximo artigoÓ Chave de David!
- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias