20.2 C
São Paulo
quinta-feira, junho 24, 2021

Considerações de um sacerdote argentino na Faixa de Gaza

O Pe. Gabriel Romanelli, pároco em Gaza, diz que o bombardeio diurno permite prever que o pior ainda está por vir.

Redação (15/05/2021 11:26, Gaudium Press) A reportagem internacional informou o início de uma operação terrestre israelense contra a Faixa de Gaza, no quinto dia de hostilidades entre palestinos e israelenses.

“A situação é muito ruim; não sabemos em que ponto do conflito estamos e até onde chegarão as forças no local. Aqui recebemos informações contraditórias, anúncios e negações de uma operação terrestre, enquanto os bombardeios são constantes”, declarou o sacerdote argentino Gabriel Romanelli, do Instituto do Verbo Encarnado, em declarações à AsiaNews. O Pe. Romanelli é pároco em Gaza.

Ele ressaltou que até agora os membros da comunidade cristã “estão bem”, embora alguns edifícios da Igreja tenham recebidos danos colaterais.

Para o sacerdote argentino, “agora uma trégua é necessária; seria algo desejável e excelente, mas não há sinais apontando nessa direção. Pelo contrário, as coisas vão em um sentido diferente, em direção ao conflito aberto, e já há muitas vítimas. Mais de uma centena deles e pelo menos 27 crianças… É terrível.”

Assinalou que a eletricidade está começando a falhar e que em breve será a vez da escassez de água, “cujas reservas estão cada vez menores”.

As pessoas estavam se preparando para retomar a vida depois das quarentenas de Covid

“Muitas pessoas já estão desesperadas para encontrar refúgio”, continua o sacerdote; ontem eles atacaram Shujah, um distrito pobre, deixando muitos desabrigados vagando a procura de abrigo. Muitos estão batendo nas portas da missão da ONU aqui na Faixa de Gaza em busca de refúgio.”

Agora as pessoas se refugiam em suas casas, em uma situação paradoxal, porque já se preparavam para “voltar de alguma forma à vida normal após um ano de Covid 19, restrições e quarentenas. Vivíamos com uma certa tranquilidade, uma nova normalidade, mas a ilusão não durou.”

“Um sinal muito negativo é que os bombardeios também estão ocorrendo durante o dia, não apenas à noite, como costumava ser no passado, e isso significa que a situação parece destinada a piorar.” O sacerdote pede orações e que se tenha confiança no Senhor.

Com informações Asia News

The post Considerações de um sacerdote argentino na Faixa de Gaza appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias