13.3 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022

Corrida contra o tempo para a reabertura de Notre-Dame de Paris, em 2024

Encerrada oficialmente a primeira fase da restauração de Notre-Dame, Jean-Louis Georgelin, responsável pela restauração, descreve as próximas etapas até a reabertura do edifício em 2024

Redação (24/07/2022 11:25, Gaudium Press) Em entrevista concedida ao periódico francês Le Figaro, o general Jean-Louis Georgelin falou sobre os próximos passos da restauração de Notre-Dame de Paris.

Jean-Louis Georgelin, presidente do estabelecimento público encarregado pela restauração de Notre-Dame de Paris, apresentou recentemente o orçamento final de arrecadações para a restauração da catedral.

Jean-Louis Georgelin Créditos: G. Garitan, Wikipedia

Orçamento das doações

Após o incêndio de 15 de abril de 2019, mais de 846 milhões de euros foram arrecadados. A soma é resultado da doação de 340 mil mecenas e doadores de 150 países.

O general detalha que uma parte do dinheiro, 150 milhões, foi utilizada para a primeira fase da restauração: limpeza e segurança do local. Uma soma de 550 milhões está prevista para a segunda fase, a fase da restauração propriamente dita.

O restante do dinheiro servirá para fazer trabalhos e manutenção na parte externa da igreja. Os projetos para esses tipos de trabalhos ainda serão discutidos com os mecenas e o ministério da cultura.

Porém, o general Georgelin afirmou que a totalidade das doações será destinada à restauração da Catedral, conforme já foi acordado com os mecenas e as fundações doadoras.

2024: uma meta complicada

Durante a entrevista, o Jean-Louis comentou a data prevista para a inauguração que foi proposta pelo presidente Emmanuel Macron:

“2024 é uma meta tensa, rigorosa e complicada. Mas é sobretudo uma ambição ao serviço de uma mobilização de todos. Vamos lutar para vencer esta batalha e poder abrir para o culto, em 2024”, afirmou o general.

Enfrentar os imprevistos

Falando sobre as dificuldades e contratempos que enfrenta qualquer construção ou restauração, Georgelin afirmou que atua conjuntamente com o arquiteto responsável pelos trabalhos, Philippe Villeneuve.

Ambos buscam propor soluções para se adaptar aos imprevistos que aparecem durante os trabalhos e afirmou que “O mundo inteiro está observando o progresso da catedral e eu não quero me juntar à coorte daqueles que não conseguem”.

O general falou sobre as escavações que passaram do prazo previsto em razão da descoberta de antigos sarcófagos no solo da catedral. As escavações foram necessárias para o fundamento que vai sustentar a flecha de 600 toneladas da catedral.

Novas tecnologias para a segurança do edifício

A qualidade e o estado atual dos carvalhos que servirão para estrutura do telhado também foi um assunto discutido durante a referida entrevista bem como novas tecnologias a serem aplicadas no edifício.

Afim de lutar contra um novo incêndio eventual, será implantado um sistema de emite uma fina bruma de gotículas de água. “O sistema está sendo simulado no Instituto Nacional de Meio Ambiente e Riscos Industriais (INERIS, em francês), e os primeiros resultados são excelentes”, explica Georgelin.

Sobre o chumbo do telhado, que será preservado na estrutura, Jean-Louis Georgelin afirmou que um sistema de tratamento de água será instalado na catedral antes de jogar as águas da chuva nos esgotos. (FM)

The post Corrida contra o tempo para a reabertura de Notre-Dame de Paris, em 2024 appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias