Cristãos leigos e leigas têm a vocação de anunciar a vida em abundância para todos

Must Read

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a...


Sonia-Gomes-de-Oliveira-1200x762-c

Moradora de Montes Claros (MG), onde também atua na diocese, a presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (CNLB), Sônia Gomes de Oliveira publicou uma mensagem aos cristãos leigos e leigas que atuam na Igreja no Brasil por ocasião desta quarta semana do Mês Vocacional dedicada à vocação dos leigos e os diferentes ministérios nos quais atuam nas comunidades e paróquias o Brasil.

No vídeo, a presidente do CNLB conta um pouco de sua trajetória na Igreja e quais foram os acontecimentos centrais que levaram ao seu amadurecimento na fé como cristã leiga na Igreja no Brasil. Segundo a Sônia, sua família teve um papel fundamental para a sua iniciação na comunidade e na vida cristã. Foi pelas mãos de seus padrinhos que ela passou a frequentar a missa na paróquia quando ainda era criança. Igualmente importante foram as músicas de padre Zezinho e o testemunho missionário de padres de sua região.

Ela contra que chegou a fazer a experiência de discernimento vocacional para entrar na vida religiosa como consagrada. “Foi o tempo de experiência na vida religiosa que ajudou-me a discernir que minha vocação era ser cristã leiga”, disse. Na vida comunitária nas comunidades eclesiais de base e nos círculos bíblicos, ela conta que despertou para a sua atuação social, experiência que foi decisiva para ela aprofundar mais tarde a sua formação em Serviço Social.

Cristã além dos muros da Igreja

Como cristã leiga ela afirma ter encontrado o seu espaço, a sua vocação e o seu ministério na Igreja do Brasil mas também entendeu que seu papel e atuação cristãs devem se estender para além dos muros da comunidade para mudar a sociedade. À luz desta descoberta, com “um olho na Bíblia e o outro na vida”, ela atua em espaços públicos como os conselhos municipais dos Direitos da Mulher e da Assistência Social e o Conselho de Execução Penal de sua comunidade. Ela também participa da articulação do Grito dos Excluídos, da Marcha de Mulheres, entre outros.

A presidente do CNLB destaca a importância de a Igreja atentar para oferecer aos cristãos leigos e leigas uma boa formação, como foi no seu caso. Em sua comunidade, como relata no vídeo, os padres Jesuítas tiveram um papel fundamental em sua formação. A formação da nova geração, inclusive, é um grande desafio para formar jovens que sejam portadores da esperança do “povo do Ressuscitado” para dentro e para fora da Igreja. “Viver a vocação de cristãos leigos e leigas é ser sujeitos livres e presentes nos diversos ambientes da Igreja e da sociedade, para transformar as realidades onde a vida está ameaçada, sair de uma situação de dor e sofrimento para garantia dos direitos”, afirmou. “A vocação dos cristãos leigos e leigas precisa ser do anúncio da vida em abundância para todos”, defendeu.

Via CNBB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

treze − 6 =

Latest News

Ataques contra igrejas no Chile fizeram parte de ritual satânico, assegura exorcista

Segundo o Padre Luis Escobar, são abundantes os sinais satânicos presentes nesses atos, o que destaca a existência de...

Medjugorge: Santa Sé excomunga padre “diretor espiritual” dos videntes

Tomslav Vlasic está proibido de “participar –de qualquer forma– como ministro na celebração da Eucaristia ou qualquer outra cerimônia de culto público. Bréscia – Itália...

Universitários americanos organizam consagração a Nossa Senhora em todo o país

Basta uma faísca para iniciar um incêndio: universitários da Flórida querem espalhar pelo país a chama da devoção a Maria para conduzir almas a...

“Morte ao Nazareno”: Novo grito de “Crucifica-o!”?

Declarar “morte ao Nazareno” é uma frase que demonstra um ódio total à Santa Igreja Católica e seus ensinamentos ao longo dos séculos. Redação (26/10/2020...

Papa no Angelus: o verdadeiro amor ao próximo baseia-se no amor a Deus

Não é verdadeiro amor a Deus o que não se expressa no amor ao próximo; não é amor verdadeiro ao próximo o que não...

More Articles Like This