15.5 C
São Paulo
segunda-feira, outubro 25, 2021

Dom Georg Ganswein, secretário particular de Bento XVI, está bastante enfermo

Segundo fontes próximas ao arcebispo, Dom Georg Ganswein, foi internado em um hospital com “graves problemas renais”. A fonte não ofereceu mais detalhes do que isso.

Segundo fontes próximas ao arcebispo, Dom Georg Ganswein, foi internado em um hospital com "graves problemas renais". A fonte não ofereceu mais detalhes do que isso.

Roma (11/09/2020, 16:48, Gaudium Press) A figura do secretário de dois papas, o bispo Dom Georg Ganswein, é comumente apresentada com uma expressão de vitalidade e bom comportamento. Talvez por essa razão que a notícia que a CNA Deutsch divulgou traga um impacto, além da importância do próprio personagem.

Segundo fontes próximas ao arcebispo, ele foi internado em um hospital com “graves problemas renais”. A fonte não ofereceu mais detalhes do que isso.

Dom Georg Ganswein, uma figura proeminente em Roma por muitos anos

Dom Georg Ganswein tem sido uma figura proeminente por muitos anos, mesmo em ambientes não eclesiásticos.

Ordenado sacerdote em 1984 aos 28 anos, é Doutor em Direito Canônico pela Universidade Ludwig Maximilians. Além de ter trabalhado na Congregação para o Culto Divino e posteriormente na Congregação para a Doutrina da Fé, Dom Ganswein foi nomeado professor de Direito Canônico na Pontifícia Universidade de Santa Cruz.

Prelado de honra de Sua Santidade em 2006, é feito prefeito da Casa Pontifícia por Bento XVI em 2012, concedendo-lhe então o episcopado e a sé titular de Urbisaglia.

Antes da doença renal, uma doença grave no ouvido interno

Em uma entrevista recente, Dom Georg Ganswein se referiu a “uma doença grave do ouvido interno”, da qual ainda sofre as consequências. “Ainda tenho uma leve sensação de tontura e meu ouvido esquerdo tem audição limitada. Infelizmente, eu também ainda tenho zumbidos noouvido, um zumbido muito irritante.

Mas antes da notícia de sua doença renal, não foi relatado um problema sério em sua saúde.

Segundo fontes próximas ao arcebispo, Dom Georg Ganswein, foi internado em um hospital com "graves problemas renais". A fonte não ofereceu mais detalhes do que isso.

Não, Santidade, o senhor não pode fazer isso! – disse a Bento XVI quando soube que ele renunciaria

Em outra entrevista concedida logo após a renúncia do papa Ratzinger a Peter Seewald, um dos biógrafos mais renomados de Bento XVI,  Dom Ganswein relatou sua reação quando o papa alemão lhe disse sobre sua futura renúncia:

“Minha primeira reação foi: Não, Santidade, o senhor não pode fazer isso! Mas essas foram palavras ditas com afeto. Imediatamente, percebi que ele não me disse para ajudá-lo a tomar a decisão; ele estava me comunicando uma resolução que já havia adotado firmemente ”.

“Quando o Papa me revelou o que pretendia fazer, obrigou-me a mantê-lo sob o compromisso do silêncio. Você pode imaginar que não foi fácil para mim, houve situações em que quase me destruiu ”.

Segundo fontes próximas ao arcebispo, Dom Georg Ganswein, foi internado em um hospital com "graves problemas renais". A fonte não ofereceu mais detalhes do que isso.

Um papel importante entre dois Papas

Dom Dom Georg Ganswein não imaginou então qual seria seu futuro papel de ponte entre dois papas, mantendo suas funções de secretário particular de Bento XVI, mas  também sendo prefeito da Casa Pontifícia de Francisco. (JSG)

 

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias