InícioNotícias da IgrejaEm 2023, mais de 130 sacerdotes foram presos, mortos ou sequestrados

Em 2023, mais de 130 sacerdotes foram presos, mortos ou sequestrados

Published on

Este é o segundo ano consecutivo que a Ajuda à Igreja que Sofre mapeia todos os casos de sequestros, assassinatos e prisões de clérigos e religiosos católicos no mundo.

Em 2023 mais de 130 sacerdotes foram presos mortos ou sequestrados

Foto: Pixabay/Helmut H. Kroiss.

Redação (13/01/2024 17:07, Gaudium Press) A Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre apresentou um levantamento no qual constatou que ao longo do ano de 2023, um total de 132 sacerdotes e religiosos católicos foram presos, sequestrados ou assassinados.

Nicarágua lidera a lista de países com regimes autoritários

Esses números representam um aumento de 6,45% em relação ao ano de 2022, quando foram registrados 124 casos. Entretanto, o número pode ser ainda maior, uma vez que alguns países dificultam a obtenção de informações confiáveis. Este é o segundo ano consecutivo que a Ajuda à Igreja que Sofre mapeia todos os casos de sequestros, assassinatos e prisões de clérigos e religiosos católicos no mundo.

A lista de países com regimes autoritários é liderada pela Nicarágua, que em 2023 prendeu um total de 26 clérigos, incluindo dois Bispos e quatro seminaristas. Além disso, o governo local expulsou do país as religiosas Missionárias da Caridade. Somente nas últimas duas semanas de dezembro, 19 clérigos foram presos, dentre eles o Bispo de Siúna, Dom Isidoro de Carmen Mora Ortega.

Sequestros e assassinatos diminuíram, mas ainda preocupam

Apesar de ter diminuído, o número de sequestros sacerdotes ou religiosas em 2023 ainda preocupa as autoridades católicas. No ano passado foram registrados 33 casos, uma diminuição de 38,8% em relação aos 33 do ano anterior. Este número inclui cinco sacerdotes que haviam sido raptados em anos anteriores, mas permaneceram nas mãos dos seus sequestradores ou ficaram desaparecidos em 2023.

O país que lidera em número de sequestros é a Nigéria, com 28 casos, incluindo três religiosas. A Nigéria também foi o país com maior número de sacerdotes assassinados. Dos 14 registros feitos a nível mundial, três foram no país. Apesar do número ainda impressionar, se constatou que houve uma diminuição de casos em comparação com o ano de 2022, quando 18 sacerdotes católicos foram assassinados. (EPC)

The post Em 2023, mais de 130 sacerdotes foram presos, mortos ou sequestrados appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Ucrânia: 3 sacerdotes e 2 diáconos ordenados no Seminário Redemptoris Mater

A cerimônia de ordenação teve lugar na Catedral da Exaltação da Santa Cruz em...

Relíquia de São Benno de Meissen é restituída à Catedral de Dresden

Depois de 500 anos, uma relíquia de São Benno de Meissen retorna a sua...

Quarta-feira da 11ª semana do Tempo Comum

(verde – ofício do dia) Escutai, Senhor, a voz do meu apelo. Sede meu amparo;...

São Romualdo, abade

O abade Romualdo, pai dos monges camaldulenses, desde muito jovem mostrou forte inclinação à...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...