18.1 C
São Paulo
sexta-feira, dezembro 3, 2021

EWTN: Cardeal Müller pede ao Vaticano para intervir no caminho sinodal alemão

Muitas vozes dizem que o Papa, na Eslováquia, se referiu à EWTN.  

Redação (29/10/2021 15:39, Gaudium Press) Em um inglês fluente (com um pouco de sotaque alemão), o cardeal Gerhard Müller, ex-prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, deu uma entrevista para o programa World Over da rede de televisão católica EWTN, transmitida em 21 de outubro.

Entre outros temas, o purpurado alemão referiu-se aos desvios do caminho sinodal que se realiza no seu país e pediu à Santa Sé que intervenha nesse processo. O cardeal instou o Vaticano a indicar “a distinção entre a fé católica e algumas das ideias heréticas que estão sendo promulgadas no país”.

Sobre os “muitos sacerdotes” que deram “bênçãos” aos casais homossexuais nos últimos dias, o Cardeal declarou que “a bênção de Deus é para o casamento entre um homem e uma mulher”.

Por ser um programa bastante visto no mundo anglo-saxão, o cardeal Muller se referiu também ao recente encontro entre o Papa e a presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, que se diz católica e é uma das maiores promotoras do aborto em seu país. Sobre esse encontro, o Cardeal Müller afirmou que “esperava que o Papa dissesse claramente a Pelosi que, como católica, não pode de forma alguma projetar o aborto como um direito humano”.

Os comentários do Papa em Bratislava

A entrevista concedida à rede EWTN também é notícia devido a algumas declarações feitas pelo Papa Francisco durante um encontro com os Jesuítas na nunciatura em Bratislava, que supostamente se referiam à EWTN : “(…) existe uma grande rede de televisão católica que continuamente fala mal do Papa sem nenhum problema. Eu posso merecer pessoalmente esses ataques e insultos, porque sou um pecador, mas a Igreja não merece isso: é obra do diabo”.

De forma generalizada, interpretou-se que essas afirmações do Pontífice se referem à rede de televisão e comunicação fundada por Madre Angélica. Até mesmo um bispo renomado, como Mons. Charles Chaput, Arcebispo Emérito da Filadélfia e que foi membro do conselho diretivo da EWTN, comentou:

“É surpreendente ouvir que um papa seja tão pública e pessoalmente sensível para perceber a má disposição de alguns comentaristas e de uma modesta rede (segundo os padrões seculares) com base em outro continente”, declarou Monsenhor Chaput em First Things.

The post EWTN: Cardeal Müller pede ao Vaticano para intervir no caminho sinodal alemão appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias