InícioNotícias da IgrejaFrança: Igreja remove vitrais confeccionados por sacerdote acusado de pedofilia

França: Igreja remove vitrais confeccionados por sacerdote acusado de pedofilia

Published on

O sacerdote e artista francês Louis Ribes foi acusado de crimes de pedofilia após sua morte. O coletivo das supostas vítimas pede agora que as obras artísticas do sacerdote sejam destruídas

Seminaristas secuestrados

Redação (25/10/2023 12:30, Gaudium Press) O sacerdote francês Louis Ribes era muito conhecido por suas obras artísticas, especialmente pinturas e vitrais bastante coloridos. Recebeu, por muito tempo, o apelido de “Picasso das igrejas”.

Nascido em 1920 e falecido em 1994, o sacerdote foi acusado pela primeira vez de crimes de pedofilia em 2021, 28 anos após sua morte. Ao todo, 49 pessoas disseram ter sofrido abuso sexual entre as décadas de 50 a 90. O sacerdote teria cometido seus crimes durante ateliês artísticos nos quais os menores posavam nus para o sacerdote-artista.

Na primeira coletiva de imprensa realizada pelas vítimas do padre Ribes, em 6 de maio de 2022, as supostas vítimas acreditam que o número de pessoas abusadas pelo sacerdote pode passar de uma centena. Durante a coletiva foram mostradas algumas fotos insuniantes que estavam no arquivo pessoal do padre Ribes.

Desde as primeiras denúncias, em 2022, as supostas vítimas do sacerdote pedem uma indenização financeira à diocese de Lyon e pedem igualmente que as obras artísticas do sacerdote sejam destruídas, inclusive os vitrais.

A pequena igreja do vilarejo de Sainte-Catherine acolheu o pedido das vítimas e vai retirar os dois vitrais que foram feitos pelo padre Ribes. Mesmo após anos, as vítimas dizem sofrer os traumas dos abusos e veem na retirada dos vitrais uma satisfação e um alívio.

Contudo, nem todas as prefeituras estão dispostas a acolher o pedido das vítimas. O prefeito de Givors, Mohamed Boudjellaba, é contra a retirada das obras artísticas de Ribes. A cidade conta com dois vitrais contando cenas da história local. Em abril passado, Boudjellaba escreveu uma carta ao Papa Francisco solicitando a participação do Papa no debate sobre o destino dos vitrais.

É interessante notar que após a Revolução Francesa, a quase totalidade das igrejas pertence às prefeituras; contudo, a diocese de Lyon está disposta a pagar todos os gastos da retirada dos vitrais confeccionados pelo sacerdote. (FM)

The post França: Igreja remove vitrais confeccionados por sacerdote acusado de pedofilia appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Congresso Eucarístico Nacional é realizado na Guatemala

Realizado na cidade de Quetzaltenango, o evento teve início na última quarta-feira, 10 de...

Beato Carlos de Blois: senhor feudal perfeito

Governador e patriarca da Bretanha – Noroeste da França –, aristocrata e batalhador que...

Sexta-feira da 14ª semana do Tempo Comum

(verde – ofício do dia) Recebemos, Senhor, vossa misericórdia no meio do vosso templo. Como...

Incêndio na torre da Catedral de Rouen

As imagens da torre em chamas da Catedral de Rouen evocam o terrível incêndio...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...