22.2 C
São Paulo
quinta-feira, junho 24, 2021

Governo da China restringe peregrinações a Sheshan no dia Padroeira

Papa pede união de orações com chineses no dia da festa da Padroeira e governo comunista restringe peregrinação ao Santuário de Sheshan.

Papa pede união de orações com chineses no dia da festa da Padroeira e governo comunista restringe peregrinação ao Santuário de Sheshan.
Cidade do Vaticano (24/05/2021, 18:01, Gaudium Press) Antes de se despedir dos fiéis na Praça São Pedro, ao final do Regina Coeli do domingo, 23/05, o Papa recordou aos presentes que os católicos chineses celebram neste 24 de maio sua padroeira, Nossa Senhora Auxílio dos Cristãos.

A Virgem Auxiliadora é venerada de modo especial no Santuário de Sheshan, em Shanghai, e é invocada assiduamente pelas famílias cristãs nas provações e esperanças da vida cotidiana.

“Quanto é bom e quanto é necessário que os membros de uma família e de uma comunidade cristã estejam sempre mais unidos no amor e na fé! Deste modo, os pais e os filhos, os avós e as crianças, os pastores e os fiéis podem seguir o exemplo dos primeiros discípulos que, na Solenidade de Pentecostes, eram unânimes na oração com Maria à espera do Espírito Santo”, comentou o Papa.

Então, o Pontífice convidou os fiéis de todo o mundo a se unirem em oração com os católicos chineses na celebração de sua padroeira e desejou:

“Que o Espírito Santo, protagonista da missão da Igreja no mundo, os guie e os ajude a ser portadores do alegre anúncio, testemunhas de bondade e de caridade, e construtores em sua pátria de justiça e de paz.”

Governo da China restringe peregrinações a Sheshan no dia Padroeira

Enquanto o Papa pedia união de orações com os católicos chineses no dia de Sua Padroeira Nossa Senhora Auxiliadora, corria o mundo a notícia de que o governo chinês havia decretado que somente um grupo de fiéis locais poderia peregrinar ao Santuário de Nossa Senhora de Sheshan, para celebrar a festa da padroeira da China neste 24 de maio.

Contradições de Pequim ou perseguição religiosa

As autoridades de Pequim alegam a necessidade de contenção da pandemia de covid-19. Contudo, um parque de diversão e um campo de golfe das proximidades estão abertos para turistas de todo o país.

A agência Asia News informou que a Diocese de Xangai só tem permissão de organizar uma peregrinação da pequena igreja situada na colina situada a meio caminho do santuário até a Basílica que fica no topo da mesma colina.

Por outro lado, no último da 17/05, o “China Daily”, jornal oficial do governo comunista chinês, –contraditoriamente- anunciava ofertas para passar o dia do Turismo, 19 de maio, no Sheshan National Tourist Resort, localizado nas proximidades do Santuário. (JSG)

(Informações Vatican News, Asia News, ACI- foto Wikipedia)

The post Governo da China restringe peregrinações a Sheshan no dia Padroeira appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias