17 C
São Paulo
domingo, setembro 26, 2021

Igreja dos EUA ajuda a Igreja da África

Em julho e agosto, grande parte da Igreja Americana arrecada doações para o Fundo de Solidariedade para a Igreja na África.

Redação (10/08/2021 10:52, Gaudium Press) Não tão conhecido quanto mereceria, o Fundo de Solidariedade da Igreja dos EUA para a da África é essencial para a sobrevivência da Igreja no continente africano.

E esse fundo é alimentado por doações que muitas dioceses americanas fazem para esse fim nos meses de julho e agosto. Algumas dioceses que arrecadam dinheiro para este fim durante todo o ano.

“As doações para o Fundo de Solidariedade para a Igreja na África apoiam a missão da Igreja de trazer esperança, promover a compreensão e a cura entre diversos povos e ajudar a difundir a Boa Nova do Amor e a misericórdia de Deus através de Jesus Cristo”, informou o Cardeal Joseph W. Tobin, arcebispo de Newark, e presidente da subcomissão para a Igreja na África da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos.

“A generosidade dos católicos americanos tem um impacto sensível e duradouro na vida de nossos irmãos e irmãs católicos.”

 Com efeito, a Igreja Africana precisa da assistência dos EUA.

“No entanto, a África também é um continente de enorme vitalidade espiritual, onde o Povo de Deus, ordenados e leigos, compartilha o Evangelho com uma alegria que deve inspirar todos nós a fazer o mesmo”, afirmou o purpurado americano.

“As doações de católicos americanos ao Fundo de Solidariedade fornecem os recursos básicos que a Igreja na África precisa em sua missão pastoral para aprofundar a fé de seu povo, evangelizar seus vizinhos, fortalecer sua liderança e promover a paz e a justiça. Cada dólar recebido no ofertório ou enviado on-line através de plataformas eletrônicas de doação contribui em larga medida para marcar a diferença real na vida de fé das pessoas, famílias e comunidades em toda a África.”

As doações diminuíram no ano passado devido à pandemia

Em 2020, as doações para este Fundo de Solidariedade diminuíram significativamente devido à pandemia. E mesmo com menos recursos, grande ajuda pôde ser realizada:

Nos Camarões, devastados pela guerra, 65 catequistas receberam treinamento em aconselhamento sobre traumas e educação em direitos humanos, permitindo-lhes oferecer apoio pastoral às massas de pessoas deslocadas que fugiram dos combates que destruíram suas casas e comunidades.

No Burundi, a Conferência dos Bispos Católicos está ampliando seus programas para proteger menores e adultos vulneráveis contra a violência e abuso sexual, estabelecendo um programa de divulgação, em cada diocese, para conscientizar e acabar com o abuso sexual na Igreja e na sociedade.

No Congo, um workshop nacional de quatro dias para professores revitalizará o ensino da religião e impactará milhares de estudantes em todo o país.

Zâmbia é um país com tão poucos sacerdotes que os aldeões muitas vezes passam meses sem acesso aos sacramentos. Para minimizar essa situação, líderes leigos de duas conferências bíblicas nacionais receberam instruções intensivas para compreender e interpretar corretamente a Palavra de Deus.

Com informações Aica

The post Igreja dos EUA ajuda a Igreja da África appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias