InícioNotícias da IgrejaIrmã Viktoriya atende crianças abaladas pela guerra na Ucrânia

Irmã Viktoriya atende crianças abaladas pela guerra na Ucrânia

Published on

A religiosa criou o projeto “Anjos da Alegria”, que ajuda crianças que perderam seus pais na guerra de invasão russa.

Foto: Vatican news

Foto: Vatican news

Redação (15/05/2024 10:13, Gaudium Press) Este relato destaca a trajetória inspiradora da Irmã Viktoriya Andrushchyshyna, de nacionalidade ucraniana, pertencente à Congregação das Irmãs dos Anjos, fundada em 1889, em um período marcado pela intensa perseguição à Igreja pelo Czar Russo.

Na atmosfera familiar, sua tia compartilhava relatos sobre as notáveis ações das religiosas, despertando admiração em Viktoriya: “Quando minha tia nos visitava, ela dava um excelente testemunho e assim decidi seguir seus passos”.

Em 2005, ela emitiu seus primeiros votos, e mais tarde se dedicou aos estudos em pedagogia, movida pelo amor às crianças, um sentimento cultivado desde sua juventude, quando cuidou zelosamente de seus quatro irmãos mais novos: “Trabalhar com crianças é minha paixão, é uma tarefa de grande responsabilidade”.

Quando a guerra começou, Irmã Viktoriya recorda: “durante a primeira semana de bombardeios, permanecemos assustadas no subsolo, e eu pensava em como ajudar nossas crianças”.

Sua atuação ganhou destaque ao acolher crianças deslocadas que chegaram à cidade de Vinnytsia, ao sul de Kiev, mobilizando um grupo de voluntários e promovendo atividades recreativas: “Queria tirar as crianças da tristeza em que estavam bloqueadas; crianças que não podiam ir à escola e mal saíam para brincar na rua”.

Pouco tempo depois, ingressou no Serviço cristão de emergência, a fim de formalizar o projeto nascente, que foi batizado como “Os Anjos da Alegria”, honrando também o nome de sua congregação.

Missões Angélicas

Atualmente, a irmã Viktoriya trabalha em Zhytomyr, e junto com seus Anjos da Alegria ela viaja continuamente pelas regiões que se libertaram dos russos. Ajuda principalmente crianças deslocadas de famílias difíceis, cujos pais morreram durante a guerra.

As missões dos Anjos da Alegria, denominadas “Aventuras Angélicas”, reúnem de 50 a 70 crianças.

“Chegamos cedo, decoramos a sala com balões, trazemos a máquina de algodão doce e os cachorros-quentes e começamos a brincar”, conta. Cada uma das crianças recebe uma auréola, e a religiosa com os voluntários conversam com as crianças mais novas sobre os anjos e sua missão, e lhes diz que cada um pode ser um anjo para o próximo.

Durante o jogo, há também um bolo para as crianças que celebram o seu aniversário: “Restituímos-lhes um substituto de normalidade, pensamos nas pequenas coisas que os pais já não têm forças para fazer”. Ela diz que parte seu coração quando as crianças recebem presentes sem a menor emoção no rosto, sem um sorriso.

“É preciso muito tempo e paciência para que a tristeza passe”, frisou. Ela se lembra das lágrimas das mães quando seus filhos voltam a sorrir. Esta é a maior recompensa para os “Anjos da Alegria”.

Entre os voluntários estão mães e pais que trazem seus filhos para participar nas aventuras angélicas. “É um testemunho incrivelmente edificante ver os pais servindo os necessitados”, diz a irmã Viktoriya.

Anjos precisam de ajuda

Como parte de sua missão, as famílias recebem pacotes com ajuda alimentar e produtos de higiene pessoal. “Vivemos da Divina Providência”, revela a irmã Viktoriya. Muitas vezes ela vai ao mercado e pede aos vendedores os produtos necessários.

Apesar da situação difícil, há uma grande solidariedade. Quando a caixa está vazia, milagres acontecem. Você encontra dinheiro nos livros doados ou uma transferência bancária inesperada chega à sua conta. Nas aldeias fronteiriças, ela organiza sessões de cinema com pipocas para crianças menores.

“As crianças são o nosso futuro, mas são as que mais sofrem nesta guerra; temos o dever de salvar a infância delas”. Até o momento, nenhuma expedição precisou ser cancelada por questões financeiras. “Deus ajuda, envia anjos bons, graças aos quais podemos investir nas crianças”, ressaltou.

Com informações Vatican News

The post Irmã Viktoriya atende crianças abaladas pela guerra na Ucrânia appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Alemanha: Maioria dos jovens sacerdotes rejeita propostas do Caminho Sinodal

Durante uma coletiva de imprensa online, Matthias Sellmann, diretor do Centro de Pesquisa Pastoral,...

Biógrafo de João Paulo II acusa Pontifícia Academia para a Vida de trair seu fundador

Em uma conferência sobre bioética em Roma, George Weigel acusou a Pontifícia Academia para...

Santuário de Fátima promove Peregrinação das Crianças 2024

O lema escolhido para o evento deste ano foi tirado das palavras ditas pelo...

Rosário flutuante é construído em cidade costeira do Líbano

A iniciativa contou com a participação de diversos católicos para que este ambicioso e...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...