23.5 C
São Paulo
quinta-feira, maio 6, 2021

Juramento de 34 novos recrutas da Guarda Suíça será no dia 6 de maio

A cerimônia de Juramento da Guarda Pontifícia é uma antiga tradição realizada pelo Corpo da Guarda Suíça fundado pelo Papa Júlio II em 1506.

A cerimônia de Juramento da Guarda Pontifícia é uma antiga tradição realizada pelo Corpo da Guarda Suíça fundado pelo Papa Júlio II em 1506.
Cidade do Vaticano (30/04/2021, 13:40,  Gaudium Press) Na próxima quinta-feira, dia 6 de maio, no Pátio de São Dâmaso, no Palácio Apostólico, Vaticano, será realizada a cerimônia de juramento dos novos guardas suíços que estarão a serviço do “exército do Papa” dando continuidade a uma história de fidelidade ao Soberano Pontífice que teve seu início há mais de 500 anos, em 1506.

“Juro servir fiel, leal e honrosamente o Pontífice reinante e seus legítimos sucessores”.

Ao proclamar solenemente: “Juro servir fiel, leal e honrosamente o Pontífice reinante e seus legítimos sucessores”. “Prometo também ao Comandante e a outros Superiores respeito, fidelidade e obediência”. “Assim eu juro, que Deus e nossos santos padroeiros me ajudem”, os 34 novos recrutas, –diante da bandeira do Comandante de seu regimento–, estarão jurando lealdade eterna ao Papa Francisco, atual Pontífice, e expressando também seu desejo de lealdade, dedicação e serviço aos legítimos sucessores de Pedro.

A cerimônia de Juramento da Guarda Pontifícia é uma antiga tradição realizada pelo Corpo da Guarda Suíça fundado pelo Papa Júlio II em 1506.

Pelo segundo ano consecutivo será possível acompanhar via streaming todo o desenrolar da cerimônia.

A cerimônia de Juramento da Guarda Pontifícia é uma antiga tradição realizada pelo Corpo da Guarda Suíça fundado pelo Papa Júlio II em 1506.

Em memória dos heróis mortos no Saque de Roma de 1527

Ainda dentro da Cerimônia de juramento dos novos recrutas, será depositada uma coroa de flores na Praça dos Protomártires Romanos recordando a morte heroica de 147 soldados suíços que ofereceram sua vida defendendo o Papa Clemente VII durante o Saque de Roma em 1527.

Por causa da situação de pandemia, o evento de homenagem aos 147 mortos ocorrerá sem público.
Participarão dessa homenagem apenas dois músicos, duas sentinelas de honra e dois portadores da coroa, além dos quadros do Corpo da Guarda e os que receberão honras por lealdade ao serviço.

Histórico, heroico, prestigioso e pleno de lealdade: assim é o menor exército do mundo

Fundado pelo Papa Júlio II em 1506, a Guarda Suíça é responsável pela proteção dos Papas, atualmente o Papa Francisco. Liderado pelo Coronel Christoph Graf, são encarregados de vigiar as entradas no Vaticano, realizar serviços de ordem e representação durante as cerimônias papais e recepções de Chefes de Estado, e também proteger o Colégio dos Cardeais durante a Sede Vacante.

O Corpo é formado por guardas de todas as partes da Suíça. A maioria vem dos cantões de St. Gallen e Valais e do cantão de Lucerna. (JSG)

(Informações e Fotos VaticanNews)

The post Juramento de 34 novos recrutas da Guarda Suíça será no dia 6 de maio appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois × dois =

- Advertisement -

Ultimas Notícias