25.7 C
São Paulo
segunda-feira, julho 26, 2021

Justiça Francesa confirma inocência do Cardeal Barbarin

O cardeal Barbarin afirma que as falsas acusações o deixaram “pisoteado na sarjeta” e acabaram por deixa-lo “espiritualmente despedaçado”.

O cardeal Barbarin afirma que as falsas acusações o deixaram "pisoteado na sarjeta" e acabaram por deixa-lo "espiritualmente despedaçado".

Redação (17/04/2021, 14:24, Gaudium Press) O Tribunal de Cassação da França, o mais alto órgão judicial francês, confirmou que o Cardeal Philippe Barbarin, Arcebispo Emérito de Lyon, não encobriu crimes de abusos sexuais.

O cardeal francês havia sido condenado em primeira instância a seis meses de prisão por este crime a ele atribuído. Mas, o Purpurado foi posteriormente absolvido depois de julgado um recurso em seu favor, em janeiro de 2020.

Mesmo assim, um grupo de supostas vítimas decidiu recorrer ao Tribunal de Cassação que, agora, confirmou que as acusações contra ele eram falsas.
Devido ao estardalhaço provocado na opinião pública e na mídia, o Cardeal Barbarin apresentou sua renúncia ao Papa Francisco em duas ocasiões. O Papa aceitou o pedido de renúncia em março do ano passado.

Em junho de 2020 o Cardeal despediu-se de seus fiéis em Lyon e, desde esta data, vive aposentado, exercendo a Capelania de um convento em Rennes.

Senti-me “pisoteado na sarjeta”, “espiritualmente despedaçado”, diz Cardeal em seu livro “Na minha alma e na minha consciência”

Há alguns meses, Dom Philippe Barbarin, Arcebispo Emérito de Lyon, publicou um livro que teve como título “En mon âme et conscience”, ou seja, em português, “Na minha alma e na minha consciência”.

Neste livro, no qual reconhece que pode ter cometido erros na sua gestão, o que não significa, de forma alguma, que tenha encoberto qualquer caso a ele atribuído. Mesmo assim, ele denuncia que injustamente se tornou um “símbolo da pedofilia”.

O cardeal Barbarin afirma que se sentiu “pisoteado na sarjeta” e que acabou “espiritualmente despedaçado”.

Algumas pessoas continuam a confundir as coisas, se recusam a reconhecer os fatos: isso aconteceu com Jesus

“Algumas pessoas, apesar da minha absolvição, continuam a confundir as coisas e se recusam a reconhecer os fatos, não é grande coisa. Aconteceu com Jesus e com muitos discípulos depois dele”, sublinha em seu livro o Purpurado. (JSG)

(Foto InfoCatólica)

The post Justiça Francesa confirma inocência do Cardeal Barbarin appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Ultimas Notícias