16.9 C
São Paulo
sábado, outubro 16, 2021

Maranhão terá sua primeira Basílica Menor

O título é um “incentivo a promover a sua exemplaridade como verdadeiro centro de ação litúrgica e pastoral na Diocese”.

Maranhão – Carutapera (23/06/2021 15:19, Gaudium Press) A Igreja Matriz de São Sebastião, da cidade de Carutapera, se tornará a primeira Basílica Menor do Maranhão. A concessão do título pelo Papa Francisco foi divulgada pelo Bispo de Zé Doca, Dom João Kot.

A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos recorda que este título intensifica o vínculo particular com a igreja de Roma e o Santo Padre e é um “incentivo a promover a sua exemplaridade como verdadeiro centro de ação litúrgica e pastoral na Diocese”.

Importância histórica e missionária da Matriz de Carutapera

Para a Diocese de Zé Doca, este título constitui um reconhecimento à igreja não só por sua arquitetura singular, mas também por sua importância histórica e missionária. “Agradeço a Deus por essa graça alcançada, que coroa os 60 anos da consagração da Igreja Matriz de São Sebastião”, afirmou o Bispo local.

Dom João Kot exortou os fiéis de sua Diocese para que “continuem a rezar para que esta Basílica Menor em Carutapera seja acolhida como sinal da Providência Divina e desejo que cada um que visitar este lugar encontre todos os incentivos de Fé para levar uma vida cristã digna e colaborar com a salvação de todos”.

Basílicas maiores e Basílicas menores

Existem dois tipos de Basílicas: as “maiores”, que são quatro, todas situadas em Roma: São Pedro, São João de Latrão, Santa Maria Maior e São Paulo Extramuros; e as “menores”, que já passam de 1500 e estão distribuídas em todo o mundo. Dessas últimas, 65 se encontram no Brasil. A Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada no interior de São Paulo, é a segunda maior Basílica do mundo em dimensões, perdendo apenas para a Basílica de São Pedro, no Vaticano.

O título de Basílica menor só pode ser concedido pelo Papa, para recebê-lo, a igreja deve ser reconhecida como um centro de atividade litúrgica e pastoral, sobretudo para as celebrações da Eucaristia, da Reconciliação e dos outros sacramentos, “sendo exemplar quanto à preparação e desenvolvimento, fiel na observância das normas litúrgicas e com a ativa participação do povo de Deus”, como destaca o decreto Domus Ecclesiae. (EPC)

The post Maranhão terá sua primeira Basílica Menor appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias