InícioNotícias da IgrejaMosteiro Mater Ecclesiae será novamente ocupado por freiras contemplativas

Mosteiro Mater Ecclesiae será novamente ocupado por freiras contemplativas

Published on

O mosteiro Mater Ecclesiae, que foi residência do Papa Emérito Bento XVI por quase dez anos, está prestes a abrigar novamente uma comunidade de religiosas contemplativas

Mesmo na pandemia religiosas francesas mantém a Adoração Perpétua 3

Redação (14/11/2023, 13:50, Gaudium Press) O mosteiro Mater Ecclesiae (que significa Mãe da Igreja em latim), que foi residência do Papa Emérito Bento XVI por quase dez anos, está prestes a abrigar novamente uma comunidade de religiosas contemplativas.

O anúncio foi feito na última segunda-feira, 13 de novembro, pela Santa Sé. Em uma carta manuscrita datada de 1º de outubro deste ano, o Papa Francisco expressou sua vontade de que o mosteiro acolhesse uma comunidade de contemplativas na antiga residência de Bento XVI.

As freiras convidadas para habitar o mosteiro Mater Ecclesiae são as Beneditinas da abadia de Santa Escolásticas de Vitória, na província de Buenos Aires (Argentina). Ao todo, seis religiosas devem mudar-se para o mosteiro nos primeiros dias de 2024. O Papa designou o Governatorato do Estado da cidade do Vaticano para cuidar de todas as providências práticas relativas à acolhida das religiosas argentinas e a manutenção do prédio.

Papa francisco e bento XVII

História do mosteiro Mater Ecclesiae

O mosteiro de Mater Ecclesiae foi erigido a pedido do Papa João Paulo II, que desejava a presença de uma comunidade de contemplativas no interior do Vaticano para rezar pelo Pontífice e sua missão. Em 1992, iniciaram-se os trabalhos de construção do mosteiro. Uma antiga casa nos jardins do Vaticano foi ampliada, e o edifício do atual mosteiro Mater Ecclesiae passou a ter 300m².

Desde sua fundação, o mosteiro foi confiado a diferentes comunidades femininas, cada uma por um período de cinco anos. As irmãs Clarissas foram as primeiras a ocupá-lo em 1994, seguidas em setembro de 1999 pelas carmelitas. Em 2004, o mosteiro foi entregue a oito irmãs beneditinas da abadia de Rosano, perto de Florença, e duas religiosas dos Estados Unidos da abadia de Saint-Walburge. Em 2009, as irmãs visitandinas ocuparam o mosteiro, mas deixaram o prédio em novembro de 2012, quando iniciaram as obras de renovação a pedido do Papa Bento XVI.

Após sua renúncia ao Pontificado, em abril de 2013, o Papa Bento XVI mudou-se para o mosteiro Mater Ecclesiae, juntamente com seu secretário pessoal, Monsenhor Georg Gänswein, e mais alguns leigos do movimento Comunhão e Liberação, e aí permaneceu até sua morte em 31 de dezembro de 2022.

The post Mosteiro Mater Ecclesiae será novamente ocupado por freiras contemplativas appeared first on Gaudium Press.

Últimas Notícias

Honrar só pai e mãe?

Muitos interpretam o quarto mandamento da Lei de Deus de forma limitada. Ora, as...

Giotto e Dante Alighieri

No fim da Idade Média, houve dois artistas nascidos em Florença, Itália, que marcaram...

Conceito de ‘família’ poderá ser alterado com a atualização do Código Civil

Segundo diversas entidades juristas católicos, caso as mudanças propostas sejam aprovadas, haverá um impacto...

No próximo domingo, a Igreja celebra o 61º Dia Mundial das Vocações

A Igreja Católica Universal celebrará o 61º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, cujo...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...