13.5 C
São Paulo
quinta-feira, outubro 21, 2021

Não a eutanásia: “Não há pacientes incuráveis, mesmo que sejam incuráveis”

Os bispos espanhóis preocupados com a lei que regulamenta a eutanásia, lançam um documento em favor da vida.

Os bispos espanhóis preocupados com a lei que regulamenta a eutanásia, lançam um documento em favor da vida.

Comissão Executiva da Conferência Episcopal Espanhola

 

Madri (09/14/2020 Gaudium Press) O Congresso dos Deputados espanhol decidiu continuar pela tramitação da “Lei Orgânica”, a qual regulamenta a eutanásia, na Espanha. A comissão Executiva da CEE, Conferência Episcopal recebeu a notícia com apreensão e advertiu que  a vida humana não é um bem ao alcance de ninguém.

O Secretário-Geral da Conferência Episcopal Espanhola, Dom Luis Argüello afirmou através de  pronunciamentos, nas redes sociais que: há pouco se comemorava o dia da prevenção do suicídio  e parece uma inconsequência justamente quando uma pessoa mais necessita de ânimo para resolver os seus problemas, se apresente como saída o suicídio assistido.

O Secretário-Geral disse que a “a morte nunca é a solução de nossos problemas” e que não se entende uma lei que coloca em mãos de outros -médicos- o poder de tirar a vida dos doentes. Alertou que a dignidade das pessoas, especialmente, nesses momentos de fragilidade nos obriga a nos opormos a essa lei, pois em nome de uma suposta “morte digna”, nega em sua raiz a dignidade de toda vida humana.

A CEE através da subcomissão Episcopal da Família e da Vida, colocou  o trabalho intitulado “Semeadores de esperança. Acolher, proteger e acompanhar na etapa final da vida humana ” , como ajuda para o diálogo, contendo argumentos que mostram a inconsistência da posição daqueles que defendem a eutanásia ou o suicídio  assistido.

Dom Argüello recordou a tragédia de incontáveis pessoas que morreram pela pandemia da atual do Covid_19 nos fez perceber o que “significou a morte de tantas pessoas que morreram sozinhas, de modo que “não devemos deixar ninguém para trás”, concluiu. (PS)

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias