O Ensino religioso é essencial, afirma Bispo da Áustria

Must Read

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e...


De acordo com uma pesquisa realizada pela Igreja Católica local, na Áustria mais de 91% dos alunos participam do ensino religioso católico, por volta de 586 mil alunos.

Áustria – Viena (04/09/2020 15:00, Gaudium Press) Dom Wilhelm Krautwaschl, Bispo de Graz-Seckau e responsável pela Pastoral Educacional da Conferência Episcopal Austríaca, publicou uma mensagem no site dos Bispos deste país na qual defende que o ensino da religião confessional nas escolas é essencial “se queremos uma sociedade democrática e pluralista”.

91% dos alunos da Áustria participam do ensino religioso católico

De acordo com uma pesquisa realizada pela Igreja Católica no país, na Áustria mais de 91% dos alunos participam do ensino religioso católico, por volta de 586 mil alunos. Além disso, existem mais de 24.300 alunos sem confissão religiosa que frequentam o ensino religioso católico de forma voluntária.

“A educação religiosa contemporânea é o lugar onde se abordam questões existenciais como as do bem comum e da coesão social”, explicou Andrea Pinz, responsável pelo Escritório Interdiocesano para a Educação e a Formação.

Campanha promovida pela Conferência Episcopal Austríaca

A Conferência Episcopal Austríaca está promovendo uma campanha intitulada “Acredito – Sim”, que terá por foco principal algumas questões a serem respondidas, dentre as quais estão: Ainda existem milagres hoje? Agrado a Deus? Há esperança para o mundo? Ou: também posso ter dúvidas?

A campanha, que durará todo o mês de setembro, será divulgada através de telões informativos nas escolas, em painéis publicitários nas áreas públicas das cidades, spots publicitários em formato digital e anúncios impressos.

A educação religiosa pertence à escola

“A religião é uma parte importante da sociedade global, que deve ser levada a sério, especialmente hoje. A escola é um lugar de aprendizagem para poder se afirmar mais tarde na vida. E como a religião faz parte da vida, a educação religiosa pertence à escola, como base de uma vida espiritual eticamente correta, integrada na criação divina”, salientou Dom Krautwaschl.

O prelado acrescentou estar convencido de que o conteúdo e mensagem da Igreja Católica são valiosos e contribuem para o sucesso da sociedade. “Nosso objetivo é preparar os jovens para uma vida participativa na sociedade. Para uma vida moralmente boa, para a qual o Evangelho pode ser um maravilhoso fundamento”, destacou.

A educação religiosa católica convida as pessoas a serem solidárias e pacíficas

Certo de que a educação religiosa católica vai muito além da simples transmissão de conhecimentos, o Bispo austríaco ensina que “a educação religiosa consiste em procurar encontrar respostas às perguntas que cada um de nós deve enfrentar com uma abordagem espiritual: De onde eu venho? Para onde eu vou? Qual é o sentido da minha vida?”.

Compartilhando da mesma opinião, Andrea Pinz defende que uma boa educação religiosa é importante para a vida. “A educação religiosa católica convida as pessoas a serem solidárias e pacíficas e mostra caminhos para enfrentar o futuro. Abre o acesso à arte e à cultura, e também contribui para plasmar a vida escolar por meio de elementos festivos e celebrativos e torna possível o encontro com a diversidade religiosa e ideológica”.

Ensino religioso obrigatório

Na Áustria, todos os alunos de escolas públicas que pertencem a uma Igreja ou comunidade religiosa legalmente reconhecida são obrigados a cursarem uma disciplina sobre o ensino religioso da própria confissão. Entretanto, a partir do ano letivo de 2021/22, esses mesmos alunos terão a opção de não frequentarem o ensino religioso, substituindo-o por uma disciplina de ética. (EPC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 × três =

Latest News

Com o auxílio da tecnologia, figura de Cristo é reconstruída em 3D

Os trabalhos para a realização da imagem 3D de Cristo demoraram dois anos e tornaram ainda mais claro que...

“Liberdade religiosa tem sido mais limitada que outras liberdades”, afirmam Juristas Católicos

Portugal: Juristas Católicos consideram que no combate à pandemia de coronavírus a “liberdade religiosa tem sido injustificadamente mais limitada do que as outras liberdades”. Lisboa...

Padre Justino, fundador dos Vocacionistas será proclamado santo

Justino Russolillo morreu em 1955, sempre quis viver como um simples pároco, mas, fundou a Congregação dos Vocacionistas e dois institutos femininos.   Cidade do Vaticano...

Vaticano inaugura decoração natalina em 11 de dezembro

O presépio e a árvore de Natal permanecerão na Praça de São Pedro até a festa do Batismo do Senhor, que ocorrerá no dia...

A oração é o elo entre o nosso coração e Deus

Primeiro, é bom nos lembrarmos de que toda oração, quando a fazemos com o coração e com a mente abertos à vontade de Deus,...

More Articles Like This

Clique aqui para receber todas as noticias!
Dismiss
Allow