PARA NÓS, CRENTES em Jesus Cristo, Nosso Senhor, o milagre é uma realidade objetiva. Deus intervém, sim, de modos extraordinários neste mundo temporal, inclusive fisicamente. Mas não o faz quando determinado por nós, seres humanos. Absolutamente nenhum de nós tem o poder ou a capacidade de garantir o dia, hora e lugar em que Deus vai se manifestar miraculosamente. Pretender fazê-lo é brincar com Deus.

Como vemos nas imagens abaixo, todavia, hoje há “pastores” marcando dia e hora para os “milagres” de Deus – e milagres de todo tipo, até mesmo contra queda de cabelo(!):

 

 

Nosso Senhor fez muitos milagres, mas se negou a realizá-los quando gente maldosa quis usá-los para seus próprios interesses. E o mesmo fizeram os seus Apóstolos, que foram severos contra os aproveitadores da fé. Todo autêntico milagre pertence a Deus e não pode ser concedido por meio de quem pensa que pode se aproveitar da fé das pessoas ingênuas. Os milagres são para quem realmente precisa deles e busca a Verdade com pureza de coração e alma. Não é para falsos pregadores se exibirem em shows anunciados.

Agora muitos pregadores se exibem por meio do que chamam de “milagres” –, que geralmente se revelam falsos. Cristo nos preveniu contra o tipo de gente que brinca com profecias, visões, revelações e poderes especiais, exibindo seus supostos dotes de taumaturgos, videntes e/ou exorcistas. Hoje, com a liberalidade na concessão de canais e horários de TV, feita indiscriminadamente, a enganação cresceu muitíssimo. Em, determinados horários, mais que metade dos canais abertos transmitem programas ditos “evangélicos” nos quais a exibição de milagres e curas flagrantemente armadas alternam-se com “pregações” cujo foco é apelar à sensibilidade do público para que doe cada vez mais e maiores quantidades de dinheiro. Nessas sessões de “milagres” com hora marcada, já se viram falsos profetas expulsando demônio até de unha encravada(!)…

O fato é que temos agora muitos “pastores”, “profetas”, “missionários” e até “apóstolos” dizendo que viram o que não viram, que realizaram prodígios para os quais não existe nenhuma testemunha confiável… Milagres que nunca foram milagres, enfim. Muitos são rápidos como relâmpagos para anunciar esses supostos “dons” e aparecem muito facilmente nesse tipo de mídia como homens e mulheres “de poder”. Ainda pior, há multidões de gente influenciável crendo nessas mentiras, dizendo que sentiu o que não sentiu, que viu o que não viu, anunciando curas imaginárias (de sintomas de doenças que, uma vez passada a euforia inicial, logo retornam). Algum tempo depois, revela-se o engano e o embuste. Mas, nos casos de fraude comprovados, os envolvidos nunca vêm a público pedir desculpas; ao contrário, via de regra prosseguem enganando. Infelizmente, gente simples e desprevenida, que parece pedir para ser enganada (seja por desespero, cobiça pela riqueza, mera curiosidade ou outro motivo), é material que nunca faltou neste mundo.

Milagres, profecias e revelações são coisas muito sérias. Tenhamos o máximo cuidado com quem diz que Deus lhe revelou alguma coisa, ou que lhe curou, que lhe mandou fazer alguma coisa. Fiquemos bem atentos. Caríssimo leitor, os tempos são difíceis. Mantenha-se em oração e fiel à Igreja de Cristo; procure orientação confiável, suplique o Auxílio sempre infalível da santíssima Virgem, de Nosso Senhor Jesus Cristo e, por meio d’Ele, do Espírito Santo. Não seja mais um ingênuo, fuja à tentação de receber favores divinos especiais para a sua vida, mantenha a humildade. São numerosas matilhas de lobos vorazes a rondar o rebanho do Senhor; e não cessam de se multiplicar.
Fonte: www.ofielcatolico.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here