InícioNotícias da IgrejaRevoluçãoO que os Santos da Igreja pensam sobre o Ecumenismo.

O que os Santos da Igreja pensam sobre o Ecumenismo.

Published on

Queremos apresentar-lhes o pensamento dos Santos da Igreja Católica sobre o ecumenismo, ou melhor, sobre o protestantismo.

Primeiramente o que a palavra de Deus nos diz.
“Se alguém vem a vós e não traz esta doutrina, não o recebais em vossa casa, nem o saudeis, porque quem o saúda, participa das suas obras más” II Jo 10-11

Concílio de Laodicéia (A.D. 364 – Regional)
“Can.33 – Não se deve rezar com hereges ou cismáticos” [2].

Santo Ofício de 1864

“Mas que os fiéis de Cristo e os varões eclesiásticos orem pela unidade cristã, guiados por hereges e, o que é pior, segundo uma intenção em grande maneira manchada e infectada de heresia, não se pode de nenhum modo tolerar” [3].

O que os Santos Achavam

São Maximiliano Maria Kolbe.“Não há maior inimigo da Imaculada e de Seu Reinado que o ecumenismo de hoje, o qual todo Cavaleiro [da Imaculada] deve não só combater, mas também neutralizar, por uma ação diametralmente oposta e, finalmente, destruir” (S. Maximiliano Maria Kolbe).

 

Imagem relacionadaAbomino Lutero, detesto Calvino, amaldiçoo todos os hereges; não quero ter nada em comum com eles, porque não falam nem ouvem retamente, nem possuem a única regra da verdadeira Fé proposta pela Igreja una santa católica apostólica e romana. (São Pedro Canísio S. J. 1521-1597)

 

Imagem relacionada“Não sabeis que o protestantismo também possui um fundador sobrenatural? Sabeis agora, trata-se de um anjo, e seu nome é Lúcifer”.
“É a Virgem quem chora porque não combatemos este inimigo, o protestantismo”. “é impossível amar a Igreja e não lutar para destruir esta heresia”. (São Padre Pio)

 

d_boscoCom seu sistema perverso de submeter a palavra de Deus ao exame e juízo de cada um, causou mais dano à religião católica, do que todos os hereges da idade passada; de maneira que, se pode chamar este apóstata, o primeiro precursor do Anticristo. (São São João Bosco)

O QUE É UM PROTESTANTE

A definição não é fácil, porque o protestantismo, pela sua divisão e sua adaptação a todos os erros, é uma heresia que muda de forma e de fundo, conforme a situação e os países onde se implanta.

O sábio Webster define-o, dizendo que um protestante é um cristão que protesta contra as doutrinas e práticas da Igreja católica. Querendo definir a seita de Lutero, o grande dicionarista não encontrou uma definição doutrinal positiva; caracteriza-a por uma aversão comum.

É que, como salientou o P. Leonel Franca, os descendentes de Lutero não são irmãos, são conjurados. A sua unidade é o acesso da unidade católica, é a unidade católica hostilizada.

A religião verdadeira é necessariamente uma coisa positiva, tendo dogma, moral e culto, determinados e positivos.

É a nota distintiva da Igreja católica o ter os seus dogmas positivos e divinos, o ter o seu culto majestoso e expressivo.

As outras seitas religiosas, embora falsas e de origem humana, possuem entretanto certo número de ensinamentos positivos que constituem um como fundamento dogmático; o protestantismo está  muito abaixo de qualquer outra seita e não possui nada de positivo; é uma negação de tudo o que afirma a Igreja católica.

Quando a Igreja católica diz: sim! o protestantismo diz: não. – quando Ela diz: não, o protestantismo clama: sim; de modo que o protestantismo é a negação da doutrina católica.

O protestante, como bem diz o nome por que é conhecido, é um homem que protesta.

Não se deve mais dizer: é um cristão; porque há protestantes quem nem acreditam no batismo e não são batizados validamente, ficando simplesmente pagãos.

É um homem que protesta contra a Igreja católica, contra o ensino de Jesus Cristo, e, por cúmulo, protestam contra a palavra divina, servindo-se desta mesma palavra.

Não acredita mais em Deus; só acredita na bíblia que ele torce, interpreta, rasga, ou adora, conforme os seus caprichos.

Para ele, a bíblia não é mais um livro divino, cujo conteúdo é a expressão da palavra divina; é um ídolo, que ele consulta como os antigos agoureiros romanos consultavam o vôo dos pássaros para conhecer a vontade divina, ou os astrólogos consultavam os astros para conhecerem o destino. ( Padre Julio Maria Lombaerde)

Se os Santos e a igreja abomina o protestantismo que se diz “cristão” imagina as outras religiões que nem em Jesus Cristo acreditam.

Últimas Notícias

Sexta-feira da 14ª semana do Tempo Comum

(verde – ofício do dia) Recebemos, Senhor, vossa misericórdia no meio do vosso templo. Como...

Incêndio na torre da Catedral de Rouen

As imagens da torre em chamas da Catedral de Rouen evocam o terrível incêndio...

Dom Valdemir Vicente é nomeado Bispo de Juazeiro (BA)

O prelado será transferindo da Sé titular Episcopal de Castabala e do Ofício de...

Itália: Governo propõe ajudar financeiramente mulheres que se recusam a abortar

Giorgia Meloni apresentou um projeto de lei “Renda de Maternidade”, destinada às pessoas que...

Audio-Book

148. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=8gGGSaTK2ic Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Quarta Dor...

147. II. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=63iCH0qZxGY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...

146. I. Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório (AUDIOBOOK)

https://www.youtube.com/watch?v=4b50saBVvfY Meditações de Santo Afonso Maria de Ligório — Bispo e Doutor da Igreja Jesus é...