15.2 C
São Paulo
domingo, abril 17, 2022

Onde vive Jesus hoje?

Aos discípulos que O seguiam desejosos de conhecer sua morada, Nosso Senhor dirige afetuosas palavras: “Vinde ver”. Também a nós Ele faz esse apelo, ansioso por nos revelar seus mais íntimos desejos e cogitações.  

Redação (04/02/2022 16:54, Gaudium Press) Desejavam André e João apenas conhecer o local em que Jesus vivia? Parece pouco provável, pois mais tarde Ele próprio declararia: “As raposas têm suas tocas e as aves do céu, seus ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça” (Mt 8, 20).

Na realidade ambos anelavam visitar muitas vezes o Divino Mestre e estar em sua companhia, pois naquele tempo o aprendizado se dava, sobretudo, no convívio.

As paragens onde o Mestre habita

Todavia, a indagação “Onde moras?” apresenta ainda um sentido místico muito profundo, relacionado com outra afirmação de Nosso Senhor:

“Onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Lc 12, 34). Nós moramos onde depositamos nossa atenção, nosso enlevo, nossos interesses.

Desse modo, a pergunta dos dois discípulos poderia ser assim formulada: “Mestre, em que altura estão vossas cogitações, por quais sendas caminham vossos desejos, em que paragens se encontra vosso Espírito, onde repousa vossa Alma? É isso que desejamos saber!”

Sendo Ele o Verbo Encarnado, só poderia morar nos mais elevados páramos… Sua Alma, criada na visão beatífica e hipostaticamente unida à divindade, jamais abandonou esta sublime perspectiva, mesmo nos momentos em que o Homem-Deus contemplava os lírios do campo, entretinha-Se com uma criança ou dormia na barca.

Nosso Senhor não lhes indica a localização de uma moradia física, mas os convida a conviver com Ele.

Jesus vive aqui

Com carinho eterno Nosso Senhor nos elegeu e em incontáveis ocasiões de nossas vidas toma a iniciativa de falar em nosso interior. Para que isso aconteça, Ele põe apenas uma condição: que abramos a alma para sua graça.

Naturalmente cristã, a alma humana voa em seguimento de Nosso Senhor, pois foi criada para Ele. Há, no coração do homem, uma percepção sobrenatural que, ante as circunstâncias mais diversas, permite-lhe afirmar: “Jesus vive aqui”. Trata-se, portanto, de ser fiel a essa marca inconfundível de Cristianismo gravada em nós e, assim, torná-la cada vez mais robusta.

Contudo, há algo a mais. Nós, filhos da Santa Igreja, temos a graça extraordinária de descobrir com segurança onde Jesus mora. Como?

Ouçamos as palavras cheias de unção de Dr. Plinio Corrêa de Oliveira, varão que marcou indelevelmente o século XX com sua Fé:

“Em suas instituições, em sua doutrina, em suas leis, em sua unidade, em sua universalidade, em sua insuperável catolicidade, a Igreja é um verdadeiro espelho no qual se reflete nosso Divino Salvador. Mais ainda, Ela é o próprio Corpo Místico de Cristo. E nós, todos nós, temos a graça de pertencer à Igreja, de sermos pedras vivas da Igreja! Como devemos agradecer este favor!”

Sim, na única e verdadeira Igreja de Cristo, indefectível em sua moral, imutável em seus dogmas, exemplar em seus Santos, íntegra em sua oposição ao “príncipe deste mundo” (Jo 16, 11), conhecemos a mentalidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, suas palavras, seus desejos, seus sentimentos.

“O cristão é outro Cristo”

Vamos buscar onde, de fato, Ele Se encontra e nos abramos inteiramente à influência da Santa Igreja.

Nesse sentido, continua Dr. Plinio:

“Não nos esqueçamos, porém, de que ‘noblesse oblige’. Pertencer à Igreja é coisa muito alta e muito árdua. Devemos pensar como a Igreja pensa, sentir como a Igreja sente, agir como a Igreja quer que procedamos em todas as circunstâncias de nossa vida.

Isto supõe um senso católico real, uma pureza de costumes autêntica e completa, uma piedade profunda e sincera. Em outros termos, supõe o sacrifício de uma existência inteira. E qual é o prêmio? ‘Christianus alter Christus’. Eu serei de modo exímio uma reprodução do próprio Cristo. A semelhança de Cristo se imprimirá, viva e sagrada, em minha própria alma”.

Com efeito, Jesus faz sua morada naqueles que se empenham em descobrir onde Ele habita.

Assim, ao encerrar estas linhas, dirijamo-nos a nosso Redentor e Lhe manifestemos nosso desejo de segui-Lo:

“Hoje o mundo não deseja saber onde Vós morais e, se soubesse, talvez promovesse sua destruição. Em reparação, Senhor, quero Vos convidar a morar comigo. Vinde, Senhor, e permanecei em mim! Meu coração é inteiramente vosso, entrai e tomai conta dele!”

Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP

Texto extraído, com adaptações, da Revista Arautos do Evangelho n.229, janeiro 2021.

The post Onde vive Jesus hoje? appeared first on Gaudium Press.

- Advertisement -
- Advertisement -

Ultimas Notícias